Em reunião com clubes, CBF veta presença de público nos estádios
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Em reunião com clubes, CBF veta presença de público nos estádios

SCCP - Gramado Arena Corinthians
Assunto estava pendente desde a reunião passada (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
LANCE! - 26/09/2020 - 17:01
Rio de Janeiro (RJ)
A reabertura dos portões para torcedores na elite do Campeonato Brasileiro não acontecerá de imediato. De acordo com o jornalista Martín Fernandez, do "Globo Esporte.com", em nova reunião online com os clubes, a CBF bateu o martelo e decidiu vetar a presença de público nos estádios.


A reunião virtual teve representantes de 19 clubes da elite nacional. Apenas o Flamengo não se fez presente na discussão. A decisão de vetar a presença de público no momento aconteceu por unanimidade entre os presentes. 




O presidente da CBF, Rogério Caboclo, e os presidentes dos Clubes são "favoráveis ao retorno gradual do público aos estádios, desde que com aval das autoridades de saúde locais, de forma isonômica e guiado por todas as medidas protetivas previstas no estudo encaminhado pela CBF ao Ministério da Saúde", diz a entidade em nota.

A CBF também destacou:

"Como isso, no momento, ainda não é possível, ficou acordada a retomada do debate do tema a cada 15 dias para reavaliação do cenário em âmbito nacional".

A decisão afetará a estreia da Seleção Brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo, no dia 9 de outubro. O Brasil receberá a Bolívia, na Neo Química Arena, sem torcida.

TEMA JÁ RENDEU DISCUSSÃO ÁSPERA 

O assunto havia entrado em pauta na quinta-feira passada, quando iria ser debatido que estádios reabrissem com um percentual de ingressos destinado ao público (no Rio de Janeiro, seria de 30%). Porém, o tema ficou em suspenso devido aos ânimos exaltados entre os presidentes da CBF, Rogério Caboclo, e da Ferj, Rubens Lopes.

Os dois trocaram insultos e tinham posicionamentos diferentes. O mandatário da Ferj, assim como o Flamengo, defendia a volta imediata de jogos com público no Rio de Janeiro amparado pelo aval do Governo no Rio de Janeiro. Caboclo, por sua vez, ponderava que a presença de torcida teria de ser feita quando todos os clubes tivessem aval das autoridades para reabrirem os portões.

ATUALIZAÇÃO (17:22)
Em uma nota no seu site oficial, o Flamengo rebateu a posição da CBF sobre a participação na reunião. Confira na íntegra.

"O Clube de Regatas do Flamengo foi convocado pela CBF para uma reunião da Comissão Nacional de Clubes, no dia 26 de setembro de 2020, visando tratar do assunto "retomada do público nos estádios".

A Comissão Nacional de Clubes é um Órgão estatutário acessório da CBF, formado por 9 (nove) clubes das séries A, B, C e D, que se reúnem para apresentar sugestões de melhorias e de modernização do Futebol à CBF, a quem cabe, ao seu talante, aceitá-las, ou não, conforme se verifica no seu estatuto.

O Flamengo não é um dos 9 (nove) membros da CNC, mas foi chamado para a reunião como mero convidado.

O Flamengo vem declinar do convite, eis que entende que o tema em pauta é estranho à competência dos clubes e da CBF, não havendo nada a sugerir, nem decidir, em matéria cuja atribuição é privativa das autoridades públicas locais, conforme, inclusive, já decidiu o Supremo Tribunal Federal."


Facebook Lance Twitter Lance