Por choque interno, vinda de Bismark ao Botafogo pode não acontecer
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Por choque interno, vinda de Bismark ao Botafogo pode não acontecer

Bismark - Al-Qadisiyah
(Foto: Reprodução/Instagram)
Sergio Santana - 08/10/2020 - 16:58
Rio de Janeiro (RJ)
Reviravolta. A negociação do Botafogo para a contratação de Bismark, que tinha status de encaminhada, estagnou. O nome do jogador não é unanimidade nos bastidores no clube de General Severiano e o negócio com o atacante do Al Qadisiyah, da Arábia Saudita, pode melar.

O nome foi indicado por Túlio Lustosa, novo gerente de futebol do Botafogo, quem tocou boa parte dos contatos iniciais com o jogador e os representantes do atleta. Membros do Comitê Executivo de Futebol, contudo, não aprovaram totalmente a chegada do atacante. Por conta deste "choque interno", o negócio fica em compasso de espera.

Por conta da pandemia, Bismark não entra em campo desde o começo do ano. Inicialmente, ele foi emprestado ao Al-Kuwait, mas logo foi devolvido ao Al Qadisiyah com o cancelamento das competições. Este é um fator que pesa para a alta cúpula do Botafogo, que discute com Túlio Lustosa sobre a continuidade das conversas com o jogador de 27 anos.


Há uma indefinição entre as pessoas que trabalham no Nilton Santos e a alta cúpula do Botafogo, nos membros do Comitê Executivo de Futebol. O LANCE!  tentou entrar em contato com Flávio Viana, empresário de Bismark, mas não teve retorno até o fechamento da reportagem.

Diante destas dúvidas, Túlio Lustosa continua trabalhando para buscar reforços a um curto prazo para o Botafogo. Internamente, entende-se que Bruno Lazaroni ainda precisa de duas ou três peças para encorpar o elenco visando a sequência da temporada.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance