Botafogo paga R$ 1,4 milhão ao Cusco, do Peru, por Lecaros
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Botafogo paga R$ 1,4 milhão ao Cusco, do Peru, por Lecaros

Lecaros
Alexander Lecaros fez sua estreia no Campeonato Brasileiro contra o Grêmio (Vítor Silva/Botafogo)
LANCE! - 16/10/2020 - 14:31
Rio de Janeiro (RJ)
Em situação financeira delicada, o Botafogo foi acionado devido ao mecanismo de solidariedade da Fifa e efetuou o pagamento de US$ 250 mil (cerca de R$ 1,4 milhão) ao Cusco, do Peru, clube formador de Alexander Lecaros. O clube usou parte do dinheiro da venda de Luís Henrique ao Olympique de Marselha, da França, para quitar a dívida.

Um dos questionamentos da torcida do Botafogo era o porquê do peruano não ser utilizado. Mas com a troca do comando técnico e as poucas opções no elenco, ele entrou em campo contra o Grêmio e deve ter mais chances de mostrar o seu futebol sob o comando de Bruno Lazaroni. Ele chegou ao clube em janeiro, vindo do Cusco, que até ano passado se chamava Real Garcilaso.

Apesar da negociação ter acontecido na fase final do contrato do atleta com a equipe peruana, o clube de General Severiano foi pego de surpresa e teve que fazer o pagamento do valor, já que foi uma transferência a internacional de atleta abaixo de 23 anos. A informação foi originalmente divulgada pelo jornalista Thiago Franklin e pelo "GE".


Durante a temporada, Lecaros ainda não conseguiu se firmar no elenco alvinegro. Aos 21 anos, ele só teve duas oportunidades no Campeonato Carioca entrando no final dos jogos contra Cabofriense e Fluminense, jogando apenas 9 minutos na competição. 

Na última quarta, contra o Grêmio, o jogador entrou aos 23 minutos da etapa final no lugar de Caio Alexandre. Não finalizou a gol, porém errou poucos passes e fez uma partida regular. A diretoria acredita que o peruano ainda não teve tempo de mostrar serviço e analisá-lo em campo. Por este motivo, ele terá mais oportunidades, e seu contrato vai até o fim de 2021.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance