Funcionários do Botafogo completam dois meses de salários atrasados
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Funcionários do Botafogo completam dois meses de salários atrasados

Estádio Nilton Santos
Botafogo tenta resolver os problemas financeiros (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Sergio Santana - 07/08/2019 - 12:10
Rio de Janeiro (RJ)
A situação financeira do Botafogo fica cada vez mais complicada. Nesta quarta-feira, os salários referentes a julho venceram. Desta forma, o clube completa dois meses de salários em atraso com os funcionários da parte social, localizada em General Severiano, e os que ficam no Estádio Nilton Santos. Com os jogadores, o Alvinegro, agora, possui um mês em débito.

A diretoria não trabalha com prazos para resolver esta situação. Em anos anteriores, os dirigentes do Botafogo trabalhavam com possíveis datas de pagamentos para com os jogadores e funcionários, mas, no ano passado, uma destas promessas não foi cumprida, gerando um mal estar. Desde então, a cúpula alvinegra não trabalha com prazos - e, no atual caso, tampouco com uma sinalização de pagamento.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO BRASILEIRO
> Clique aqui para ver




E MAIS:
Apenas os funcionários que trabalham diretamente com o futebol tiveram seus salários quitados no último mês, de acordo com a apuração do LANCE!. As pessoas que trabalham na parte social do clube convivem com sérios problemas financeiros, com alguns, inclusive, procurando o trabalho informal fora do horário do trabalho para conseguir pagar as contas. Esta informação foi divulgada primeiramente pelo "Globo Esporte" e confirmada pelo L!.

Com o elenco profissional, o Botafogo não pagou parte dos direitos de imagem referentes aos meses de julho e junho. Os jogadores, inclusive, realizaram uma greve de silêncio, não falando com a imprensa ou participando de ações de marketing, no mês passado por conta desta situação. O Alvinegro contou com a ajuda de torcedores ilustres para quitar tais folhas salariais.

Facebook Lance Twitter Lance