O escolhido: Paulo Autuori é o favorito para ser o novo técnico do Botafogo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

O escolhido: Paulo Autuori é o favorito para ser o novo técnico do Botafogo

Paulo Autuori
Paulo Autuori teve passagem como diretor de futebol do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos)
Sergio Santana - 10/02/2020 - 21:02
Rio de Janeiro (RJ)
A diretoria do Botafogo possui um nome favorito para assumir o cargo de treinador da equipe. Paulo Autuori pode preencher a lacuna deixada por Alberto Valentim no último domingo, após a derrota por 3 a 0 para o Fluminense, pelo Campeonato Carioca. O técnico de 63 anos é, no momento, o mais próximo de ser o novo comandante do Alvinegro.

Após receber uma infinidade de nomes - a maioria deles oferecidos por empresários ou representantes -, o Comitê Executivo de futebol do Botafogo começou a filtrar as opções possíveis e chegou a uma lista de nomes que se encaixam no perfil buscado, um treinador experiente, que conheça o clube e que saiba encarar o momento vivido pela instituição dentro e fora de campo.

Paulo Autuori, portanto, surgiu e, de cara, agradou boa parte da diretoria. O treinador foi campeão brasileiro com o Botafogo em 1995 e seu último trabalho foi no Santos, no ano passado, como diretor de futebol. Em um primeiro momento, a calma na busca por um nome foi adotada, mas o nome de Autuori, com o passar o dia, ganhou força.



A diretoria, diante de nomes que se encaixavam no perfil buscado e na realidade financeira do clube - cerca de R$ 180 mil por mês -, viu Paulo Autuori com bons olhos. Valdir Espinosa, gerente técnico do Alvinegro, foi, inclusive, um dos maiores defensores do possível retorno do comandante ao clube de General Severiano.

E MAIS:
A boa relação com Carlos Augusto Montenegro, presidente na conquista do Brasileiro de 1995 e atual membro do comitê de futebol, também pode pesar. O dirigente é, assim como Valdir Espinosa, um entusiasta em relação a possível chegada do treinador.

As conversas com Paulo Autuori foram iniciadas nesta segunda-feira. O técnico deseja pegar um trabalho consolidado e, por isto, a diretoria do Botafogo tenta convencê-lo com a ideia de reconstruir o Alvinegro com a possível separação do departamento de futebol da parte social e a organização do clube neste período de transição.

O nome de Jorginho, por exemplo, foi oferecido e agradou parte do comitê, mas não foi unanimidade. Paulo Autuori, pelo contrário, gerou certo entusiasmo e muitos dos dirigentes do grupo estiveram reunidos com o técnico nesta segunda-feira.

O último trabalho de Autuori como treinador foi no primeiro semestre de 2019, no Atlético Nacional-COL. Antes, ele havia passado pelo Ludogorts-BUL. 

Facebook Lance Twitter Lance