Com equipe experiente, Botafogo inicia disputa do Carioca Sub-20
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Com equipe experiente, Botafogo inicia disputa do Carioca Sub-20

Enio - Botafogo
Enio atuou com o time principal contra o Madureira, na Taça Guanabara (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Gabriel Rodrigues - 14/03/2020 - 07:00
Rio de Janeiro (RJ)
Depois da eliminação precoce ainda na segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior em janeiro, o time sub-20 do Botafogo inicia, neste sábado, o segundo desafio da temporada. Contra o Volta Redonda, às 15h, no CEFAT, em Niterói, o Glorioso faz a sua estreia na Campeonato Carioca de 2020. E, para a competição, o clube de General Severiano aposta em um time mais rodado, que conta com jogadores que atuaram com os profissionais nas duas primeiras rodadas do Estadual, como o atacante Enio e o zagueiro David Sousa.

Em contato com o LANCE!, o técnico Marcos Soares valorizou a experiência que alguns dos seus atletas tiveram na pré-temporada com o time principal no Espírito Santo e que outros tiveram ao jogar contra o Volta Redonda e o Madureira pela Taça Guanabara.

- Essa experiência de uns dias no profissional acrescenta muito a carreira deles. Quem pode aproveitar bem o tempo foram o Sousa e o Ênio, que tiveram mais tempo em campo nesses jogos. Ao mesmo tempo, nessa época, alguns jogadores estavam na pré-temporada com a equipe principal, como o Romildo e o Hugo. Com certeza agregou. Sem dúvida temos um Botafogo mais forte, mais rodado, acostumado a jogar em uma intensidade maior - afirmou, ao L!, o treinador.



No começo deste mês, o Botafogo fechou a contratação de dois jogadores para o time sub-20: o meio-atacante Vitinho, do Resende, e o atacante Rikelmi, que se destacou na Copinha pelo Juventus-SP. Marcos Soares comentou sobre a necessidade que o Glorioso teve de reforçar o time e a expectativa para o Carioca.

- As contratações são importantes porque alguns jogadores estouraram a idade, subiram para o profissional ou foram para outras equipes. Ao mesmo tempo a gente teve jogadores que ainda tinham idade para jogar no sub-20, caso do Luis Henrique, do Rhuan, do Rafael Navarro, que chegou por último e já ficou no profissional. Então, claro que a gente precisava se reorganizar, contratar novas peças. Aos poucos, eles vão se adequando a nossa equipe. A ideia é claro fazer uma boa competição. O Botafogo é um time grande do Rio, e no Carioca a ideia é sempre o Botafogo estar entre os melhores. Vamos trabalhar para o Botafogo chegar o mais longe possível.

Terceiro maior campeão do Carioca da categoria, com 15 títulos, o Botafogo não conquista o título desde 2016, quando também venceu o Campeonato Brasileiro Sub-20. Para o treinador, o mais importante é ver os jogadores revelados pelo clube brilhando no time profissional.

- O Botafogo vai colher os frutos no futuro. A gente vem com esse trabalho de base incessante. Todo mundo cobra, nós também gostamos de ganhar jogos, de ser campeões, mas é interessante ver hoje na equipe do Botafogo o Caio Alexandre, que estava com a gente ano passado, jogando de titular, o Luis Henrique, o Rhuan entrando, o Lucas Barros, o Navarro. São jogadores que o Botafogo tem formado em casa e está aproveitando em cima. É o trabalho essencial da base - finalizou o técnico.

O Botafogo está no Grupo A do Carioca Sub-20, ao lado de Flamengo, Bangu, Cabofriense, Boavista, Americano, Macaé e America. Na Taça Guanabara, os clubes enfrentam os adversários do Grupo B.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance