Destaque no Sub-20, zagueiro vive expectativa para ser comprado pelo Avaí
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Destaque no Sub-20, zagueiro vive expectativa para ser comprado pelo Avaí

Douglas
Divulgação/Avaí
LANCE! - 28/04/2020 - 19:27
Futebol Latino
A pandemia por conta do coronavírus fez com que os treinos e competições de todas as categorias fossem suspensos sem previsão de volta. Um dos destaques da equipe Sub-20 do Avaí em 2019, conquistando a Copa Sul e convertendo seu pênalti contra o Grêmio, Douglas estava quase sendo comprado pelo clube catarinense, mas a paralisação fez com que as negociações também parassem.

E MAIS:
O zagueiro revela que sua vontade é permanecer no Avaí e está confiante que as negociações terão um rumo favorável à ambos. Além disso, ressalta que desde o início da paralisação, não ficou com receio de algo dar errado porque sabe que teve desempenho satisfatório na temporada passada.



'Quero permanecer no Avaí, me sinto muito à vontade e estou bem, mas essas coisas coloco nas mãos de Deus, tenho certeza que tudo se acertará. Sinto que a negociação vai ser bem tranquila, com uma boa conversa e vai dar tudo certo. Desde o início de tudo isso não fiquei com medo de atrapalhar a negociação, até porque confio no meu trabalho e sei do meu potencial', comentou o atleta.

Inicialmente, o jogador ficou duas semanas em Santa Catarina mas voltou à São Paulo para ficar com a sua família. Ele revela que só sai para treinar perto de casa e, apesar da pandemia, está feliz com a aproximação maior com seus familiares.

'Assim que parou tudo, fiquei duas semanas em Florianópolis em quarentena para ver como seria a sequência dos treinos, mas assim que soube que iria demorar, voltei para São Paulo e estou com a minha família. Seguimos as recomendações e estamos em casa, só saio para treinar na rua de cima da minha casa. Toda essa situação caótica fez com que eu pudesse aproveitar mais minha família, então para tudo tem um lado bom', disse o zagueiro, que complementou sobre a rotina de treinos.

'O preparador físico do clube passou uma lista de treinos para fazermos em casa, que são coisas simples, como corrida, trabalho de força, entre outros. Mas como eu disse estou indo treinar por conta própria, onde faço mais um trabalho físico e de força com bola para não perder o ritmo e a forma', concluiu Douglas.

Facebook Lance Twitter Lance