Revelação do Galo, meia Marquinhos rebate críticas de que estaria gordo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Revelação do Galo, meia Marquinhos rebate críticas de que estaria gordo

Marquinhos teve boa atuação diante do Fortaleza e já pensa no clássico contra o Cruzeiro
Marquinhos fez um golaço no duelo contra o Tombense, pelo Campeonato Mineiro e rebateu as críticas sobre seu peso-(Bruno Cantini/Atlético-MG)
Valinor conteúdo - 04/02/2020 - 18:16
Belo Horizonte
O meia-atacante Marquinhos, revelação do Galo, de 20 anos, teve uma boa atuação no duelo contra o Tombense, pelo Mineiro, sendo responsável direto pelo empate por a 1 a 1, graças a um golaço marcado de fora da área.

Porém, nem o tento anotado e a boa mobilidade em campo evitaram críticas quanto ao seu estado físico. Marquinhos foi “cornetado” quanto à sua forma e que estaria gordo.

-Meu percentual (de gordura) é 10,3%. Tô gordo, né? Nem ligo, irmão. Sei que não estou. Sou forte, é diferente. Manda eles virem bater aqui (risos)- postou no Twitter.


O jovem meia foi questionado sobre as críticas e os elogios que recebe, pela visibilidade de atuar no time principal do Galo.

-Eu brinquei lá no Twitter, porque eu vi que o cara tinha respondido um tweet de um torcedor. Eu vi, achei até graça. Infelizmente, a gente escuta muitas coisas que não têm sentido. Mas, enfim, é torcedor e tem todo o direito de cobrar. Eu entendo. O jogador, às vezes, não consegue manter o 100% daquilo que ele tenta ser e mostrar. O que posso falar é que vou evoluir a cada dia que passa. Tenho uma carreira grande pela frente, tenho muito a evoluir e muito a mostrar à torcida do Atlético- explicou.


E MAIS:
Posição preferida em campo

Marquinhos fez o gol em uma jogada típica de jogador destro que joga pela esquerda. Cortando para dentro e chutando ao gol. Por isso, ele disse que prefere o lado esquerdo do campo, mas aceita jogar do lado direito se Dudamel pedir.

-Já nos treinos, falei para ele (Dudamel) que preferia jogar do lado esquerdo. Mas nós, jogadores, não escolhemos onde vamos jogar. O treinador pede, e a gente está aqui para servir o Atlético da melhor maneira possível. Onde eu me sinto melhor é do lado esquerdo, onde eu faço algumas jogadas e fico mais leve e solto- disse o meia, que reforçou o desejo de ajudar o time.

-Todo mundo tem o desejo de ser titular no Atlético, um clube grande, com grande história. Estou trabalhando para isso. Se for para ser titular ou no banco, estou aqui para ajudar o Atlético e a ajudar os companheiros a conquistar títulos- disse.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance