Mesmo com seis reforços, Jorge Sampaoli ainda não está satisfeito
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Mesmo com seis reforços, Jorge Sampaoli ainda não está satisfeito

Sampaoli comentou
Sampaoli tem recebido reforços, mas ainda nãp está totalmente satisfeito-(Pedro Souza/Atlético-MG)
Valinor Conteúdo - 25/07/2020 - 17:27
Belo Horizonte
Jorge Sampaoli chegou ao Atlético-MG com ares de estrela do futebol mesmo não entrando em campo. A fama de treinador exigente, mas que entrega resultados, fez o clube mineiro abrir os cofres, com a ajuda de um parceiro para atender os desejos de reforços do técnico.

O Galo trouxe para incrementar o elenco os zagueiros Junior Alonso e Bueno; os volantes Léo Sena e Alan Franco; e os atacantes Keno e Marrony. Todavia, segundo o diretor de futebol alvinegro, Alexandre Mattos, o treinador não se deu por satisfeito com o que lhe entregue.

O dirigente diz que Sampaoli pensa no jogo o tempo todo, querendo sempre melhorar e buscar excelència no trabalho.


E MAIS:
-Ele nunca vai estar satisfeito, a gente pode ser campeão do mundo que ele vai continuar pedindo, sugerindo. É o jeito dele. Quando você contrata o Sampaoli, você tem que entender que ele é assim. Isso é muito bom para o projeto, as pessoas têm que saber equilibrar para entender o que é necessário, mas é muito bom uma pessoa que quer ganhar, que tira a gente do conforto, que nunca está satisfeito. A gente procurou fazer o nosso melhor, acho que está sendo bem feito, com multa calma-disse Mattos, em entrevista à Band.

O diretor de futebol admitiu que o clube ainda tentará mais algumas peças para compor o elenco alvinegro, exaltando a “fome” do técnico argentino em extrair o máximo de seus times.

-Acho que se tem um lado bom na pandemia é que a gente teve tempo de buscar opções e ainda precisamos de uma ou outra opção. E a gente sabe que tem um treinador exigente, sempre vai querer chegar ao máximo, vai querer chegar perto do Flamengo, e a gente vai trabalhar sempre com diálogo, mostrando o que é possível e o que não é, sendo honesto- completou Mattos, que fez mais de R$ 85 milhões em contratações nesta parada forçada do futebol por conta da pandemia da Covid-19.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance