Mãe do lateral-direito Mariano morre aos 72 anos; Atlético-MG e Flamengo prestam condolências

Mãe do lateral-direito Mariano morre aos 72 anos; Atlético-MG e Flamengo prestam condolências

Lateral-direito foi titular no duelo, disputado no Mineirão - (Foto: Divulgação/Atlético-MG)
Filipe Sodré - Valinor Conteúdo - 23/06/2022 - 01:14
Belo Horizonte (MG)
Após a vitória do Atlético-MG diante do Flamengo, o lateral-direito Mariano, do Galo, recebeu uma triste notícia. Sua mãe, Celina Lourenço Ferreira, faleceu aos 72 anos de idade, vítima de complicações da Covid-19. 

Mesmo sabendo do estado de saúde dela antes da partida, Mariano entrou em campo contra o Rubro-Negro. O jogador, que completa 36 anos nesta quinta-feira, foi o autor da assistência para o primeiro gol da partida, marcado por Hulk. 


Por respeito ao lateral, o técnico do Galo, Antonio Turco Mohamed, não concedeu entrevista coletiva após a partida. Segundo o treinador, não era o momento de falar sobre futebol.

- Morreu a mãe do Mariano. Por isso, para mim, não é um momento para analisar o jogo. Sei que com certeza amanhã ou sexta-feira eu atendo todos vocês. Muita força ao jogador. Por respeito, preferimos não falar de jogo. Boa noite - explicou Turco.

E MAIS:
Em seus respectivos perfis oficiais nas redes sociais, Atlético-MG e Flamengo prestaram condolências e desejaram força ao atleta. 

- Mariano, a diretoria do Galo, os atletas, a comissão técnica, os funcionários do Clube e a Massa Atleticana dividem com você a dor por esta enorme perda. Que Deus conforte seu coração e de sua família e receba de braços abertos a nossa querida Dona Celina - publicou o Galo. 

- O Clube de Regatas do Flamengo presta solidariedade ao lateral Mariano, do Atlético. Celina Lourenço Ferreira, de 72 anos, mãe do atleta, faleceu durante o jogo da última quarta-feira. Desejamos força ao lateral e familiares neste momento difícil - postou o Rubro-Negro.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance