Hulk reclama publicamente de ter jogado pouco desde que chegou ao Atlético-MG
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Hulk reclama publicamente de ter jogado pouco desde que chegou ao Atlético-MG

Hulk cobrou mais tempo em campo e recebeu resposta de Cuca
Hulk cobrou mais tempo em campo e recebeu resposta de Cuca-(Pedro Souza/Cruzeiro)
Valinor Conteúdo - 25/04/2021 - 02:44
Belo Horizonte
A vitória do Atlético-MG por 1 a 0 sobre o Athletic, na noite de sábado, 24 de abril, pela última rodada do Campeonato Mineiro, ficou em segundo plano com o pós-jogo mais emocionante do que a partida vencida pelo Galo.

O atacante Hulk fez uma cobrança pública para ter mais tempo em campo. Atualmente o camisa 7 do time mineiro não é titular absoluto com Cuca e o jogador fez um desabafo para entender sua condição de reserva.

-Eu queria muito estar jogando no meu melhor nível. Acho que não é só você estar bem fisicamente. Você precisa de confiança, e confiança requer minutos jogados, requer jogos seguidos. Infelizmente, não estou tendo isso. Queria poder estar falando outras coisas aqui, mas temos que ser verdadeiros. Preciso de jogos, preciso de ritmo, preciso de confiança pra poder apresentar meu melhor futebol. Desde que o professor Cuca chegou aqui, acho que não tive uma sequência de três, quatro jogos seguidos. É muito difícil - disse Hulk, que prosseguiu:

- Sendo bem transparente e sincero, a gente tem que evoluir bastante. A gente vem trabalhando. Estamos tendo muitas dificuldades. Esperamos poder dar a volta (por cima) o mais rápido possível, para os jogadores terem confiança, jogarem o seu melhor, apresentarem o melhor futebol.

Hulk questionou as cobranças que vem recebendo e disse que para ser cobrado, precisa ter mais sequência em campo.

- Você estar há três meses sem jogar e não ter uma sequência é muito difícil. A cobrança é grande, tem que ter cobrança, mas pra isso a gente precisa de tempo pra poder apresentar nosso futebol e aceitar as cobranças também.
Questionado sobre os benefícios (ou malefícios) da sequência do Atlético, com muitos jogos e pouco tempo para treinar, voltou a mencionar que precisa de confiança-comentou, para em seguida afirmar que está em busca do seu melhor ritmo de jogo.

- Pode ser que sim (jogos em sequência atrapalhem), pode ser que não. Às vezes a sequência de jogos vai te dar mais ritmo, mais confiança, um jogo atrás do outro. Como eu falei: espero pegar mais ritmo e mais confiança ainda nos próximos jogos, que vêm pela frente, pra poder jogar no meu melhor nível e dar alegria à torcida do Galo.

Hulk disputou nove partidas e marcou um gol, de pênalti e tem sido alvo de cobranças da torcida para um desempenho melhor, já que gerou grande expectativa na torcida alvinegra.  



E MAIS:
Cuca responde

Cuca soube da fala do seu jogador e em sua entrevista coletiva, respondeu o comentário de Hulk.

- Não ouvi isso (a fala de Hulk), mas ontem tive uma conversa com ele antes do treinamento. Perguntei a ele em qual posição ele queria jogar. Ficou decidido que ele iria jogar de 9. Depois, no decorrer do jogo, vi que ele estava com certa dificuldade ali, e coloquei ele na ponta direita, colocando o Sasha (como centroavante), depois vi que o lateral esquerdo estava avançando muito e trazendo perigo para nós. Aí coloquei o Savarino na direita, voltei o Hulk para centroavante-disse o treinador, para prosseguir:

- Como eu havia prometido para ele ontem, ele iria jogar os 90 minutos, independentemente de bem ou mal, pra ele ter essa segurança, pra não ficar preocupado em ser substituído. Essa tranquilidade eu passei pra ele. Agora, a sequência de minutos é recíproca. Você dá a sequência de minutos quando você tem o jogador te dando todo o respaldo. Não que ele não esteja dando o respaldo. Mas eu, junto dele, tenho o Savarino que joga por ali, tenho o Savinho, tenho o Sasha, o Vargas. Então, são disputas que ocorrem. Eu tento ser o mais correto e coerente possível com todos-disse Cuca, que se defendeu, falando que Hulk tem atuado com frequência.

- Ele (Hulk) jogou praticamente todas as partidas comigo. Se não de titular, entrando nelas. E hoje tem o scout. O scout nada mais é que o raio-x do jogo. Hoje mesmo, pego o scout, olho o tape, olho o que o jogador fez no jogo inteiro, faço comparativo com os outros, para daí ter a minha escalação. Eu tento cuidar de todos homogeneamente. Não cuido individualmente, separado de um em detrimento ao outro. Cuido de todos iguais, e com o Hulk também é assim.


Próximos jogos

O Galo entra em campo na terça-feira, 27 de abril, às 19h15, contra o América de Cali, no Mineirão, pela segunda rodada do Grupo H da Libertadores. A primeira partida das semifinais será no próximo fim de semana, dia 1º ou 2 de maio. O rival do alvinegro será conhecido ao fim da 11ª rodada do Estadual.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance