'Se Cazares não quer ficar no Atlético, azar é dele',diz Sette Câmara
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

'Se Cazares não quer ficar no Atlético, azar é dele',diz Sette Câmara

Atlético-MG x Ceará - Cazares
Cazares vem em rota de colisão constante com o Galo, gerando uma forte reação da direção do clube-(Foto: Bruno Cantini / Atletico)
Valinor Conteúdo - 19/05/2020 - 19:40
Belo Horizonte
A relação entre Atlético-MG e Cazares anda tensa. Com declarações públicas do jogador e do seu empresário , Jorge Marino, sobre desejo de jogar em outro time, que não deve haver renovação com o Galo, geraram uma reação do alvinegro.

O presidente atleticano, Sérgio Sette Câmara, criticou Cazares abertamente e vai exigir que ele cumpra o contrato com o time mineiro, que vence no fim deste ano. Sette Câmara também disse que poderá negociar o meia antes do fim do ano.

-Ele tem um contrato. Tem de cumprir. Ele vai querer exigir da gente, quando for embora, até o último centavo do último dia do contrato em vigor- - disse Sette Câmara, em uma live com o jornalista Afonso Alberto.

Cazares, que está o clube desde 2016, vem sempre teve um histórico de ser um jogador talentoso, mas instável fora de campo, o que refletia no seu desempenho.

Sérgio Sette Câmara comentou sobre o alto investimento do Atlético no jogador e lembrou que em quatro ano de Galo, teve altos e baixos com a camisa alvinegra e polêmicas extracampo, como a mais recente, ao jogar uma “pelada” com Otero em Santa Luzia, cidade da Grande BH, desobedecendo a quarentena.




E MAIS:
- O Atlético investiu um dinheiro na época quando trouxe ele do Banfield. O Jorge Marino levou um percentual na negociação, o jogador deve ter levado luvas na época, um salário elevado, o jogador teve problemas aqui durante um período, vai pro jornal usando a camisa do clube com nosso patrocinador por conta de mau comportamento, denegrindo a imagem do clube. Isso também pesou muito na carreira do Cazares-disse o presidente, que falou até da baixa valorização do meia em Minas.

-E ele não se valorizou como poderia. É uma pena, nós conhecemos esta história e onde ela vai acabar. Eu tenho o direito de ficar com ele aqui até o último dia do contrato. E, durante esse período, se aparecer alguma proposta, a gente vê se consegue negociar e repor aquilo que investimos nele-explicou.

Em tom duro, Sette Câmara comentou que Cazares poderia ter saído bem do clube, com uma boa venda, atendendo bem os dois lados, mas o seu comportamento extracampo atrapalhou vários negócios.

- Fez grandes partidas? Fez, mas também fez péssimas partidas. Também teve um comportamento não condizente com um atleta de futebol com uma salário que ele tem. Eu me lembro que estive tentando negociar o Cazares com um xeque em Dubai, nos Emirados Árabes, e ele me deu a ficha completa do Cazares. Hoje em dia, o cara entra no google e vê tudo do jogador. No caso do Cazares, o extracampo é, no mínimo, questionável, que não ajuda- disse Sérgio Sette Câmara, afirmando que que o Galo não será refém do jogador.

-Se ele não quer ficar no Atlético, o azar é o dele. Ele cumpre o contrato até o final e vai para onde quiser. O Atlético tem 112 anos de história. Não existe ninguém insubstituível no clube, muito menos o Cazares. Não é ele que vai fazer que a gente fique de joelho- concluiu.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance