América-MG e Atlético-MG empatam, mas fazem bom jogo na volta do Campeonato Mineiro
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
Escudo - América-MG
1
 
-
 
1
escudo mobile otimizado atletico mg

América-MG e Atlético-MG empatam, mas fazem bom jogo na volta do Campeonato Mineiro

O clássico mineiro foi equilibrado, com chances para ambos os lados
O clássico mineiro foi equilibrado, com chances para ambos os lados-(Mourão Panda/América-MG)
Valinor Conteúdo - 26/07/2020 - 18:06
Belo Horizonte
Apesar da longa pausa do Campeonato Mineiro, por conta da pandemia da Covid-19, América-MG e Atlético-MG fizeram um clássico muito movimentado e o empate por 1 a 1, gols de Nathan para o Galo e Vitão para o Coelho, foi justo, pelo o que apresentaram em campo.

O jogo teve domínio dividido também, com cada uma das equipes comandando um tempo de jogo. A igualdade manteve o América na ponta do campeonato, com 22 pontos, enquanto o Atlético caiu da terceira para a quarta posição, ainda dependendo de uma vitória para confirmar a classificação às semifinais do Estadual.

A equipe atleticana apresentou vários de seus reforços ao torcedor, que deixaram boa impressão, assim como o jeito do time jogar, com mais trocas rápidas de passe, trocas de posição e jogadas pelos lados de campo explorando a velocidade de Marquinhos e Savarino.

Já o Coelho mostrou coesão e entrosamento, com Lisca tendo o seu time nas mãos. Tudo que o treinador pede, a equipe tem executado bem nas quatro linhas. A atuação da dupla no clássico anima o torcedor, pois ambos tem potencial de evolução.

Um jogo lá e cá e bem movimentado

O clássico mineiro começou bem, com dois times bem postados em campo, trocando passes rápidos, sem a “enrolação” de ficar voltando a bola para defesa. Tanto Lisca, quanto Sampaoli, demonstram ter controle dos elencos, pois as duas equipes cumprem bem o que seus treinadores pedem em campo.

Alonso em campo

Sampaoli surpreendeu e colocou logo de cara o zagueiro Junior Alonso, saindo o antigo titular, Igor Rabello. Ele teve atuação sem comprometer na defesa atleticana.

Coelho bem treinado, mas sem efetividade no ataque

O América-MG sentiu falta de Rodolfo, que se machucou e não pode jogar. A equipe americana trocava bem passes, chegava perto da área atleticana, porém sem finalizar ao gol de Rafael.

Bola de pé em pé, ao estilo Sampaoli

É cedo para avaliar que o Galo irá jogar sempre assim, porém, já deu para notar o trabalho do argentino no time, com a equipe tentando sair com a bola na base do toque, sem chutão, inclusive com o goleiro Rafael.

Boa trama e...Gol do Atlético-MG

Savarino, Marquinhos e Marrony se movimentaram muito, com destaque para o venezuelano pela direita, criando várias situações perigosas de ataque. Em uma jogada de Savarino, a bola vira para o lado esquerdo, acha Marquinhos, que dá um passe para Nathan acertar o gol de cabeça e abrir o placar no Horto. Valeu a melhor qualidade atleticana na etapa inicial.


E MAIS:
Lisca “tranca” lado esquerdo para segurar Savarino

O treinador do América viu seu time ser muito atacado pelo lado esquerdo de sua defesa. E o motivo da preocupação eram os constantes avanços de Savarino. O atacante driblou e buscou a entrada na área várias vezes. Foi com ele que se iniciou a jogada do gol do Galo. Com isso,Lisca colocou outro lateral, João Paulo, para ajudar Sávio.

Precisa de outro goleiro mesmo, Sampaoli?

Em um chutaço de Zé Ricardo, Rafael fez uma grande defesa, evitando o empate do Coelho. Será que ter outro goleiro só por ser mais habilidoso com os pés é tão vital assim para a formação do time?

Contra-ataque de Sampaoli

O treinador do Galo colocou Alan Franco no lugar de Hyoran e Léo Sena, no de Marquinhos. A ideia do argentino foi segurar a reação americana, que equilibrou a partida na etapa final. Também foi a chance de ver o equatoriano em campo. Mas, sua estreia foi bem discreta. 

Que defesa de Airton!

Em um chute à queima roupa, o goleiro do Coelho segurou o arremate de Marrony após passe de Savarino.

Coelho luta, melhora no segundo tempo e empata

Após um vacilo da defesa do Atlético, a bola sobrou para Vitão, que acabara de entrar e mandou um chutaço no ângulo de Rafael para deixar tudo igual no Horto. A etapa final do América foi mais intensa equilibrando muito a partida.

América se anima e vai pra cima do Galo

O gol deu gás novo ao Coelho, que não se intimidou com as “estrelas” atleticanas. A equipe americana deixou as ações equilibradas, articulou mais as jogadas e ofereceu mais perigo ao gol de Rafael. As mexidas de Liscas deram resultado, anulando os principais lances de ataque do Atlético.

Sampaoli não quis fazer as cinco substituições

Enquanto Lisca mudou o jogo trocando cinco jogadores, ganhando inclusive fôlego físico, o Galo de Sampaoli se contentou em fazer somente duas trocas. Poderia ter outra configuração se ele colocasse mais sangue novo no time?

Última rodada de América-MG e Atlético-MG na fase de classificação

Na última rodada, o Coelho vai a Patos de Minas encarar a URT, que só cumpre tabela no campeonato. O duelo será quarta-feira, 29 de julho, às 21h30, no Estádio Zama Maciel. O Galo receberá o Patrocinense, no Mineirão, também às 21h30, na quarta-feira.


FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 1 X 1 ATLÉTICO-MG
Data-hora: 26 de julho de 2020, às 16h(De Brasília)
Estádio: Independência, Belo Horizonte(MG)
Árbitro: Ronei Cândido Alves
Assistentes: Marcus Vinicius Gomes e Felipe Alan da Costa Oliveira
Cartões amarelos: Zé Ricardo(AME), Junior Alonso(ATL)
Cartões vermelhos:-

Gols: Nathan, aos 30’-1ºT(0-1), Vitão, aos 31’-2ºT(1-1)

América-MG: Airton; Leandro Silva, Eduardo Bauermann, Lucas Kal e Sávio(Geovane, aos 25’-2ºT); Zé Ricardo(Flávio, aos 40’-2ºT), Juninho e Alê; Felipe Augusto(Matheusinho, aos 25’-2ºT), Léo Passos(João Paulo-intervalo) e Ademir(Vitão, aos 25’-2ºT). Técnico: Lisca

Atlético-MG: Rafael; Guga, Junior Alonso, Réver e Fábio Santos; Allan, Nathan e Hyoran(Alan Franco, aos 10’-2ºT); Savarino, Marquinhos(Léo Sena, aos 21’-2ºT) e Marrony. Técnico: Jorge Sampaoli


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance