América-MG domina, vence um apático Cruzeiro e volta à vice-liderança do Campeonato Mineiro
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
Escudo - América-MG
1
 
-
 
0
Escudo - Cruzeiro

América-MG domina, vence um apático Cruzeiro e volta à vice-liderança do Campeonato Mineiro

O América-MG superou a Raposa e voltou à vice-liderança do Mineiro e fica a três pontos do líder Galo
O América-MG superou a Raposa e voltou à vice-liderança do Mineiro e fica a três pontos do líder Galo-(Mourão Panda/América-MG)
Valinor Conteúdo - 21/03/2021 - 18:07
Belo Horizonte
O América-MG mostrou ser mais time do que o Cruzeiro atualmente e venceu o clássico por 1 a 0, gol de Joseph, neste domingo, 21 de março, pela quinta rodada do Campeonato Mineiro.

Com o resultado, o Coelho voltou à vice-liderança da competição com 12 pontos, três a menos do que o Galo, líder isolado. Já a Raposa caiu para a sexta posição, ficando com sete pontos em cinco jogos, longe do G4.

A tarde de futebol no Independência teve um duelo sem grandes emoções, mas o time mais bem estruturado e com elenco melhor conseguiu os três pontos. O time de Lisca segue para a parada da competição com mais chances de evolução, enquanto o Cruzeiro ainda luta para ter padrão de jogo em campo.

Time bagunçado x Time organizado

O primeiro tempo do clássico pode ser resumido desta forma. O América-MG sabendo o que queria em campo, neutralizando qualquer avanço do Cruzeiro, que por sua vez não tinha acerto nos três setores do campo.

Defesa, meio de campo e ataque estavam em esferas diferentes, jogando com muita distância entre eles. Logo, o time de Lisca aproveitou e sem fazer muita força, controlou o jogo.

Defesa vacila, Coelho abre o placar

A falta de bom futebol do Cruzeiro não era culpa do América, que após mais uma lambança da defesa celeste, o lateral Joseph chuta no canto direito de Fábio, dentro da área. Placar merecido na etapa inicial a favor do time americano. O gol foi irregular, mas a arbitragem não assinalou a irregularidade.

Escalação sem critério de Conceição

O treinador da Raposa tentou reforçar o meio de campo com Alan Ruschel e deixou a equipe sem armador. O ataque não recebia nenhuma bola bem trabalhada e ainda contava com a fragilidade do trio Airton, Marcelo Moreno e Felipe Augusto, que pouco produziu.

América com “sangue nos olhos”

Mesmo sem fazer uma grande apresentação, o Coelho estava mais ligado no jogo, sem dar chances para que o Cruzeiro crescesse no jogo. O time de Lisca queria se vingar da derrota na Série B, em que o Coelho fora prejudicado naquela partida pela arbitragem.


E MAIS:
Felipe Augusto e Marcelo Moreno…

A insistência de Felipe Conceição com a dupla pode prejudicar o Cruzeiro no futuro. Ambos não criam e ficam presos na marcação rival, sem reagir. Moreno segue sua saga de pouca bola, ainda jogando com o nome de um passado de glórias com a camisa celeste.

América é o único com chances de parar o Galo

A equipe de Lisca tem organização, padrão de jogo e bons valores em campo. O conjunto é a grande arma americana e o Coelho pode ser o time com condições de segurar o Atlético-MG, líder isolado do Estadual.

Léo Passos vai cobrar o pênalti e…Chuta para fora

O atacante do América não conseguiu converter a cobrança de penalidade sofrida por pelo próprio Léo Passos, que perdeu a chance de sair de campo com um placar maior.

América ainda vai evoluir. Cruzeiro sem padrão

O Coelho ainda precisa evoluir, mas tem mais potencial e elenco para que se concretize um futebol de melhor nível. Já o Cruzeiro vai para a parada do campeonato sem time titular, sem esquema formatado de jogo e com muitas coisas para acertar. Terminar o Estadual sem uma equipe base será um erro para a Série B, grande objetivo do ano.

Campeonato parado

A partir de segunda-feira, 22 de março, o Estadual de Minas Gerais está paralisado em virtude da determinação do Governo do Estado, para fortalecer o combate à Covid-19, que vem assolando o sistema de saúde mineiro. Por enquanto, a volta dos jogos está prevista para 15 dias.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

AMÉRICA-MG 1 X 0 CRUZEIRO
Data: 21 de Março de 2021
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Emerson de Almeidas Ferreira
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Pablo Almeida da Costa
Cartões amarelos: Jadson(CRU), Alan Ruschel (CRU), Raul Cáceres (CRU), Matheus Pereira (CRU), Ramon (CRU)
Cartões vermelhos:Matheus Pereira (CRU), Eduardo Brock (CRU)
Gol: Joseph, aos 34’-1ºT(1-0)

AMÉRICA-MG (Técnico: Lisca)

Matheus Cavichioli; Joseph (Diego Ferreira, aos 32’-2ºT), Eduardo Bauermann, Anderson Jesus e João Paulo; Sabino, Juninho, Gustavinho (Leandro Carvalho, aos 31’ 2ºT) e Alê (Zé Ricardo, aos 39’-2ºT); Marcelo Toscano (Flávio, aos 22’-2ºT) e Rodolfo (Léo Passos, aos 39’-2ºT).

CRUZEIRO(Técnico: Felipe Conceição)

Fábio; Raúl Cáceres, Ramon, Eduardo Brock e Matheus Pereira; Adriano (Rafael Sobis, aos 36’-2ºT), Alan Ruschel(Marcinho, aos 10’-2ºT) e Jadson(Matheus Barbosa, aos 10’-2ºT); Felipe Augusto(William Pottker, aos 41’-2ºT), Airton(Bruno José, aos 10’-2ºT) e Marcelo Moreno.




E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance