Pressão da torcida e barrações: Zé Ricardo vive déjà-vu contra o Vitória
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Pressão da torcida e barrações: Zé Ricardo vive déjà-vu contra o Vitória

  •  Zé Ricardo em São Januário
    Zé Ricardo em São Januário Paulo Fernandes/Vasco.com.br
  •  Flamengo x Vitoria
    Flamengo x Vitoria Thiago-Ribeiro/AGIF
  •  Flamengo x Vitória
    Flamengo x Vitória Thiago-Ribeiro/AGIF
  •  Flamengo x Vitória
    Flamengo x Vitória Thiago-Ribeiro--AGIF.jpg
  •  Flamengo x Vitória
    Flamengo x Vitória Wagner-Assis / Eleven
  •  Flamengo x Vitória
    Flamengo x Vitória Reginaldo-Pimenta/Raw
  •  Flamengo x Vitória
    Flamengo x Vitória Wagner Assis/Eleven
  •  Flamengo X Vitória
    Flamengo X Vitória MARCELO GONÇALVES / PHOTOPREMIUM
LANCE! - 13/05/2018 - 05:30
Rio de Janeiro (RJ)
Enfrentar um dos lanternas da competição em casa pode soar como a oportunidade perfeita de aliviar a barra de um treinador pressionado. No caso específico de Zé Ricardo, que enfrenta o Vitória, às 16h, em São Januário, talvez não. O comandante do Vasco guarda memórias ruins do adversário, e vive quase um déjà vu em relação ao Brasileirão do ano passado. O LANCE! explica.

Após ser eliminado da Libertadores de 2017, ainda pelo Flamengo, Zé Ricardo começou a conviver com a pressão das arquibancadas. As principais críticas eram em cima dos 'protegidos' do treinador - na época, Rafael Vaz e Márcio Araújo. Naquele momento, a paciência da torcida chegou ao fim e o técnico, muito pressionado, se viu quase obrigado a mudar a escalação.

E foi justamente contra o Vitória, no Rio, que Zé barrou a dupla. Se deu certo ceder à pressão externa? Não. Ele foi surpreendido pelo Leão, perdeu em casa e logo em seguida foi demitido. 

Nesta tarde, a situação é parecida. O treinador começou a ser cobrado pelos torcedores pelas escalações de Wellington e Paulão e, pela primeira vez, não os terá entre os titulares no campeonato. O zagueiro não joga por dores no joelho e o volante, que não ficou um jogo no banco em 2018, foi barrado no último treino.

- Vai haver algumas mudanças, sim. E a nossa garra, nossa vontade e o bom futebol, tenho certeza que vai voltar a acontecer. Vai ser um jogo muito complicado. Vitória vem de derrota, mas é uma equipe muito rápida. Precisamos de um bom futebol para vencer - admite o meia Wagner 

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance