Pelaipe garante Zé: 'Fica no Vasco até o fim do contrato'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Pelaipe garante Zé: 'Fica no Vasco até o fim do contrato'

  •  Vasco
    Paulo Pelaipe foi quem explicou a fase do Vasco para a imprensa nesta sexta-feira. Veja galeria LANCE! (David Nascimento)
  •  Bahia x Vasco
    Bahia x Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)
  •  Bahia x Vasco
    Bahia x Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)
  •  Bahia x Vasco
    Bahia x Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)
  •  Bahia x Vasco
    Bahia x Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)
  •  Bahia x Vasco
    Bahia x Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)
  •  Bahia x Vasco
    Bahia x Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)
  •  Bahia x Vasco
    Bahia x Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)
  •  Bahia x Vasco
    Bahia x Vasco (Foto: Tiago Caldas/Fotoarena/Lance!Press)
  •  Bahia x Vasco
    Bahia x Vasco (Foto: Tiago Caldas/Fotoarena/Lance!Press)
David Nascimento - 11/05/2018 - 13:06
Rio de Janeiro (RJ)
A goleada sofrida diante do Bahia na última quarta-feira, em Salvador, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil, abateu o clima no Vasco. Na quinta-feira, com medo de protesto de torcedores no desembarque da delegação no Galeão, a saída do aeroporto foi feita diretamente pela pista. Na manhã desta sexta-feira, todo o treino no CT das Vargens foi fechado aos jornalistas, além do diretor executivo de futebol Paulo Pelaipe ter ido para a coletiva. Com os questionamentos ao trabalho do técnico Zé Ricardo em pauta, o dirigente fez questão de garantir a permanência do comandante.

- Estou aqui para tranquilizar o torcedor sobre a situação do nosso treinador: Zé é o técnico do Vasco. Ele fica até o fim do contrato. Confiamos na comissão e nos atletas. Prestigiado não existe. Quando falam isso, logo o técnico sai. O Zé não está prestigiado. Ele tem crédito com a direção e com os atletas - garantiu o diretor executivo de futebol do Vasco, que esteve acompanhado do gerente Newton Drummond durante a coletiva.

Zé Ricardo tem contrato com o Vasco até o fim de 2019. O vínculo era válido até o final deste ano, mas foi prorrogado pelo presidente Alexandre Campello depois de o treinador ter recebido uma proposta do mundo árabe - a qual foi recusada. Paulo Pelaipe, ao argumentar a confiança no trabalho promovido pelo treinador e os jogadores cruz-maltinos, comparou com a situação do time no Campeonato Brasileiro, onde está bem colocado.

- Evidente que ninguém ficou satisfeito com o resultado em Salvador, mas essa equipe que perdeu para o Bahia é a mesma que jogou três jogos no Campeonato Brasileiro e tem sete pontos. Quando se perde, não está tudo errado. Temos de ter a cautela para ver o que está errado e o que está certo. Se somarmos os três pontos do jogo a menos que temos, estaríamos no topo da tabela - finalizou o dirigente.

A indefinição se o Vasco vai seguir na Copa do Brasil irá durar até a terceira semana de julho, já que a volta das oitavas de final da competição está marcada para depois da Copa do Mundo. Para se classificar de forma direta, o Cruz-Maltino precisará vencer por ao menos quatro gols de diferença. Uma vitória por três gols levará a disputa para os pênaltis. O Bahia se classificará com qualquer outro resultado. Este hiato entre os jogos servirá para Zé Ricardo trabalhar e mudar o time de olho em manutenção da confiança para seguir no Vasco.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance