'Para quem caiu três vezes nos últimos nove anos, o alerta nunca deve se apagar'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

'Para quem caiu três vezes nos últimos nove anos, o alerta nunca deve se apagar'

Tchê Tchê - Palmeiras 4x0 Vasco
Fora de casa, Vasco sofre derrota por 4 a 0 para o Palmeiras. É a pior estreia da história do time em Brasileirões (Cesar Greco)
LANCE! - 15/05/2017 - 20:00
Rio de Janeiro (RJ)
A estreia do Vasco no Campeonato Brasileiro de 2017 entrou para a história, só que de forma negativa. A derrota por 4 a 0 sofrida para o Palmeiras foi a pior do Cruz Maltino em estreias no torneio. Ao todo, o Vasco acumula 44 participações no Brasileirão Série A, contabilizadas desde 1971, na primeira edição da competição. Anteriormente, a pior derrota do time de São Januário havia sido na estreia de 1996, quando perdeu por 4 a 1 para o Internacional.

Uma derrota logo na primeira rodada é algo decepcionante. Principalmente vinda de um time que busca se firmar na Série A, após uma disputa morna na segunda divisão. Entretanto, há de convir que o Palmeiras foi o pior adversário que a equipe Cruz Maltina poderia ter. Por quê? Porque o Verdão é o atual campeão brasileiro, dono da melhor campanha de 2016.

22 dias de treino foi o tempo que o Vasco teve para se acertar sob comando do novo técnico Milton Mendes, mas parece que ainda não deu resultado e a torcida já começa a temer pelo quarto rebaixamento em menos de dez anos. Apesar disso, o treinador está otimista para o resto da temporada. Ao Lance, Milton Mendes afirmou que o time conseguiu se sair bem em campo e dominar o jogo em alguns momentos, mesmo perdendo por quatro gols de diferença.

Desde agora é hora de cobranças começarem a bater na porta do time de São Januário e a preocupação precisa embalar o Vasco para cima e não ladeira abaixo. Como afirma o jornalista André Schmidt, do Blog do Garone, o alerta da equipe já deveria estar ligado desde o primeiro rebaixamento.

- O alerta do Vasco deveria estar ligado desde 2008, quando sofreu o primeiro rebaixamento. Era o momento de entender que certos erros não são perdoados num campeonato tão equilibrado como o Brasileiro atual. A derrota para o Palmeiras, fora de casa, era algo dentro do esperado, mas algumas falhas grosseiras, individuais e coletivas, preocupam. Enfrentar o atual campeão na 1ª rodada talvez tenha sido um ponto positivo para a equipe, pois há tempo para recuperar.

Nada está perdido. Assim como o Botafogo, o Vasco estreou com derrota. O que difere os times é o rendimento total nas competições. Enquanto o Botafogo disputa Libertadores, o Vasco só tem pela frente o Campeonato Brasileiro. Entretanto ainda é cedo para medir as atuações do Cruz Maltino com pessimismo. Apesar disso, como vascaíno, André Schmidt vê algo bom na goleada.

- Começou pelo teto, não pelo piso, para medir seu rendimento. E de cara já conseguiu perceber que está bem distante de "brigar nas cabeças", como afirmou o presidente Eurico Miranda. Se é possível para o Vasco tirar algo de positivo da goleada, é que os erros foram expostos no início, desde a necessidade de reforços - principalmente para a zaga - até de encaixes táticos, como por exemplo a falta de marcação nos zagueiros adversários. Mina teve total liberdade para avançar em diversos momentos. Pra quem caiu três vezes nos últimos nove anos, o alerta nunca deve se apagar - finalizou o jornalista.

icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance