Em jogo do ano, Vasco é premiado por coragem e consolida trabalho de Luxemburgo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Em jogo do ano, Vasco é premiado por coragem e consolida trabalho de Luxemburgo

Flamengo x Vasco - Lucas Ribamar
Ribamar marcou o gol do empate vascaíno (Foto: Andre Melo Andrade/MyPhoto Press/Lancepress!)
Luiza Sá - 14/11/2019 - 06:00
Rio de Janeiro (RJ)
Era uma partida complicada para o Vasco antes mesmo dos times entrarem em campo. Com o Flamengo favorito e completo, o Cruz-Maltino precisava superar o importante desfalque do zagueiro Leandro Castan e se impor de alguma forma contra a qualidade do rival. No fim, Vanderlei Luxemburgo mostrou por que é o grande responsável pela virada vascaína na temporada e deu aos presentes no Maracanã um verdadeiro jogo digno na história do Clássico dos Milhões no empate por 4 a 4.

Mesmo levando o gol aos 42 segundos, o Vasco não se abateu. E isso indicava um rumo diferente para o confronto, já que o Cruz-Maltino sofreu com esse problema em algumas partidas anteriores após ter suas redes balançadas. Como ressaltado por Luxa na entrevista coletiva, isso já é sintoma de uma equipe mais madura e que soube aplicar a estratégia traçada até o final para ser feliz. Se a saída era com velocidade, foi assim que os vascaínos garantiram o resultado. E também com muita vontade.

- Levar um gol do Flamengo com 42 segundos e a equipe se manteve equilibrada. É uma amadurecimento. Se partir de qualquer maneira toma gol. Eles têm muita velocidade e sabem matar o jogo. Tivemos a maturidade de ter calma e analisar. Acho que é um crescimento da equipe - disse Luxemburgo.



> Confira e simule a tabela do Brasileirão

E MAIS:
A vitória ajuda a consolidar de vez o trabalho de Luxemburgo. Com seis meses no comando completados no último dia 12, quando viu o Vasco ser derrotado por 3 a 0 para o Santos no Pacaembu, o time teve uma reviravolta no que, naquele momento, se projetava como uma temporada dramática. Na época, o time da Colina tinha apenas um ponto conquistado e agora está livre do rebaixamento. Jogo a jogo, mesmo nos momentos em que os jogadores não renderam tão bem, Luxa fez valer a confiança que foi dada.

A determinação tem sido, além da parte tática e técnica, algo a se ressaltar nesse "novo" Vasco. Com Guarín de volta e um 4-4-2 armado, Luxemburgo tentou espelhar a escalação do Flamengo colocando os dois atacantes em cima dos zagueiros do adversário. A formação deu certo. Com o meio-campo povoado e pouco espaço para as principais estrelas, pelo menos dois gols do Fla acabaram saindo em erros do Cruz-Maltino. Mesmo quando o cansaço já dava sinais fortes, o Vasco não desistiu.

Com esse resultado no Maracanã, o Vasco também deixou para trás as atuações ruins que teve nas últimas partidas - exceto contra o CSA, na última rodada. Agora, a equipe tem a possibilidade de olhar para cima na tabela e tentar projetar, ao menos, a vaga na Sul-Americana. Com uma atuação consistente e segura, o "sangue nos olhos" pesou para um resultado positivo em território que o rival estava imbatível.

Facebook Lance Twitter Lance