Hora de quebrar tabu: Vasco busca reencontrar caminho das vitórias em estreias na Série A
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Hora de quebrar tabu: Vasco busca reencontrar caminho das vitórias em estreias na Série A

Palmeiras 4 x 0 Vasco - dois pênaltis (Jean e Borja converteram)
Vasco foi derrotado pelo Palmeiras na abertura do Brasileirão 2017 (Foto: Carlos Gregorio Jr./Vasco)
Marcello Neves - 14/04/2018 - 09:00
Rio de Janeiro (RJ)
O Vasco estreia no Campeonato Brasileiro neste domingo (15), às 16h, contra o Atlético-MG, em São Januário, buscando estrear com o pé direito e dar fim a jejum incômodo. O cruz-maltino quer reencontra o caminho das vitórias em estreias na Série A, fato que não acontece desde 2013. De lá para cá, em quatro edições, foram um empate, uma derrota e duas não participações na elite. 

No ano passado, por exemplo, o equipe foi goleada por 4 a 0 pelo Palmeiras, no Allianz Parque. Foi a pior derrota do clube em estreias de Campeonatos Brasileiro nos pontos corridos. Na ocasião, a equipe ainda era dirigida por Milton Mendes, mas Zé Ricardo assumiria pouco tempo depois. O atual treinador comentou sobre a importância de estrear com vitória no torneio. 

- No Campeonato Brasileiro é importante começar bem, ainda mais que tem a parada para Copa do Mundo. É importante chegar bem. Temos o dever de estrear bem em casa. Estamos encarando com máxima seriedade - lembrando que o clube ainda divide suas atenções com a Libertadores, e completou:

- É um campeonato muito difícil, com equipes bem preparadas. Vai depender muito do nosso início (boa campanha). Temos que chegar bem posicionados na parada para Copa para avaliarmos o que precisamos melhorar. Depois da Copa dar um sprint. Acho que todos estão pensando assim - declarou o treinador. 

Assim como no próximo domingo, onde irá estrear em seus domínios, o Vasco também jogou a primeira rodada de 2015 em São Januário, mas a equipe empatou sem gols com o Goiás. Em 2014 e 2016, o clube não estava na primeira divisão. O último triunfo foi em 2013, quando bateu a Portuguesa por 1 a 0, com gol de Carlos Tenorio. 

Como motivação, é possível lembrar da estreia com vitória em 2012, onde venceu o Grêmio por 2 a 1, que fez parte de uma sequência que culminou no Vasco quebrando o recorde de rodadas seguidas no G-4 do Brasileirão. O clube entrou na 14ª rodada da edição 2011 e quebrou o recorde de 48 jogos seguidos que era do Cruzeiro. Bom sinal para a estreia contra o Atlético-MG. 

Vasco tem a pior defesa entre os clubes da Série A

Com a estreia no Campeonato Brasileiro se aproximando, o Vasco tem motivos para comemorar e se preocupar. Se o ataque vai bem, liderando grande parte das estatísticas no Campeonato Carioca, a defesa tem deixado a desejar, tendo a maior média de gols sofridos entre os 20 clubes que disputarão a Série A em 2018. 

O Vasco tem média de 1,36 gols sofridos por jogo em 2018, no total são 28 tentos contra a meta vascaína em 21 partidas oficiais na temporada. Atrás dos cruz-maltinos, vem o Botafogo com 1,29 gols sofridos por partida, ou 23 tentos  em 19 vezes que entrou em campo. 

Tentativas para melhorar este número não faltam. Entre as variações dos zagueiros Paulão, Erazo, Werley e Ricardo Graça, Zé Ricardo segue na busca por melhorias no setor. Até uma tentativa de usar três zagueiros foi testada e elogiada pelo treinador em algumas partidas da temporada.

- Era uma vontade antiga que eu tinha (três zagueiros), desde o ano passado. Infelizmente alguns jogadores que iriam ajudar nessa nova formação saíram e aí, tivemos que adiar essa forma de jogar - disse. 

Estreias do Vasco na Série A de pontos corridos

2003 - Guarani 4 x 2 Vasco
2004 - Vasco 0 x 1 Criciúma
2005 - Brasiliense 2 x 2 Vasco
2006 - Vasco 1 x 1 Internacional
2007 - América-RN 0 x 1 Vasco
2008 - Internacional 1 x 0 Vasco
2009 - Não disputou
2010 - Atlético-MG 2 x 1 Vasco
2011 - Ceará 1 x 3 Vasco
2012 - Vasco 2 x 1 Grêmio
2013 - Vasco 1 x 0 Portuguesa
2014 - Não disputou
2015 - Vasco 0 x 0 Goiás
2016 - Não disputou
2017 - Palmeiras 4 x 0 Vasco


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance