Após polêmica, Gabriel Félix desabafa e se declara: 'Vasco é minha vida'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Após polêmica, Gabriel Félix desabafa e se declara: 'Vasco é minha vida'

Gabriel Felix
Paulo Fernandes/Vasco.com.br
LANCE! - 08/06/2018 - 06:17
Rio de Janeiro (RJ)
Gabriel Félix era reserva de Martin Silva e só tinha oportunidade de jogar nas raras ausências do uruguaio. Mesmo assim, o goleiro revelado na base do Vasco conseguiu a proeza de fazer a torcida perder a paciência. Não dentro de campo, onde o garoto já não tem tanto prestígio, mas fora dele. A polêmica foto ironizando as vaias dos torcedores pegou mal e ele foi afastado do elenco junto com Wellington, Paulão e Evander. Agora, duas semanas depois, o jogador quebrou o silêncio nas redes sociais.

- Cometi uma falha em uma postagem infeliz, e confesso que é a única coisa que me arrependo na vida. Peço perdão a toda a imensa torcida Vascaina que se sentiu ofendida, em momento algum eu quis desrespeitar a instituição que me deu tudo, moldou meu caráter e me fez ser homem. Foram 16 longos dias até eu absorver todo o caos que eu gerei através de uma atitude impensada, tive o meu número de celular vazado - escreve o goleiro nas redes sociais, antes de revelar.

- Eu e minha família sofremos muito pois recebi diversas ofensas e até ameaças, porém papai do Céu sempre esteve no controle. E sei que a única forma de reverter isso é me doando 100% ao Vasco, seja nos treinos ou jogos, não importa eu só quero continuar ajudando o Vasco a ser gigante. Tenho 8 anos de clube, e sem dúvidas: “O Vasco é minha vida, minha história e o meu primeiro amigo'.

Em São Januário desde os 15 anos anos de idade, Gabriel Félix chegou a morar no clube durante seis anos. No elenco profissional desde 2015, soma apenas sete partidas pelo Vasco. Atualmente, é o terceiro goleiro, atrás de Martin - convocado - e de Fernando Miguel, recém-contratado. Como opções, Jorginho ainda tem Jordi e o garoto João Pedro. O novo treinador foi sutil nas palavras sobre o quarteto afastado e disse que conta com eles.

- Só gostaria de deixar um alerta para qualquer profissional: tem que ter muito cuidado. Antigamente tínhamos vários veículos de comunicação, mas não tinha celular. Eles estão diante de uma instituição centenária, séria e que merece respeito. Contamos com todos - afirmou Jorginho na apresentação.

Confira a postagem do goleiro na íntegra:


Cheguei ao Vasco com meus 15 anos de idade, em São Januário eu morei, estudei e me alimentei por 6 anos. Aqui passei os melhores momentos da minha vida, realizei o meu sonho e o da minha família. Também passei por momentos difíceis, um deles a perda de uma pessoa muito importante na minha vida e recebi um carinho muito grande da Familia Vascaina com mensagens de carinho, apoio e conforto. Aqui comemorei grandes vitórias, jogos inesquecíveis e títulos. Cometi uma falha em uma postagem infeliz, e confesso que é a única coisa que me arrependo na vida. Peço perdão a toda a imensa torcida Vascaina que se sentiu ofendida, em momento algum eu quis desrespeitar a instituição que me deu tudo, moldou meu caráter e me fez ser homem. Foram 16 longos dias até eu absorver todo o caos que eu gerei através de uma atitude impensada, tive o meu número de celular vazado. Eu e minha família sofremos muito pois recebi diversas ofensas e até ameaças, porém papai do Céu sempre esteve no controle. E sei que a única forma de reverter isso é me doando 100% ao Vasco, seja nos treinos ou jogos, não importa eu só quero continuar ajudando o Vasco a ser gigante. Tenho 8 anos de clube, e sem duvidas “O VASCO É MINHA VIDA, MINHA HISTÓRIA E O MEU PRIMEIRO AMIGO.”

Uma publicação compartilhada por Gabriel Felix (@gfelix95) em

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance