Em depoimento, Euriquinho nega que Vasco dá ingressos para organizadas
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Em depoimento, Euriquinho nega que Vasco dá ingressos para organizadas

Euriquinho - Vasco - Depoimento à polícia
Euriquinho apresentou semblante tranquilo e até brincou ao deixar Cidade da Polícia (Foto: Jotta de Mattos/PhotoPress)
LANCE! - 01/12/2017 - 17:14
Rio de Janeiro (RJ)
Alvo de mandado de condução coercitiva, Eurico Brandão, vice-presidente de futebol do Vasco, foi até a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), na Cidade da Polícia, na tarde desta sexta-feira, prestar depoimento à operação da polícia que investiga a relação dos clubes com as torcidas organizadas, denominada 'Limpidus'. Ao deixar o local, Euriquinho negou que o Cruz-Maltino tenha qualquer relação com organizadas, principalmente a Força Jovem, banida dos estádios.

- O Vasco não tem relação com líderes de torcidas e nem organizadas. Até porque esta torcida em questão está banida dos estádios. Já teve, mas no passado - disse o dirigente à imprensa, ressaltando também que o Vasco não dá ingressos para torcidas organizadas.

- Fomos chamados para esclarecer se tínhamos conhecimento desta prática. Eles estão investigando repasses de ingressos de organizadas a cambistas. Respondi que não tenho conhecimento. O Vasco não tem essa prática desde que foi feito um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) no Ministério Público - completou.

O chefe de segurança do Vasco, Edmilson José da Silva, o Tubarão, também foi prestar depoimento. Outro funcionário intimado e esperado para prestar esclarecimentos é Rodrigo Granja dos Santos, o Batata. Sobre este último, Euriquinho disse que cabe a polícia investigar se tem relação com organizada.

- Ele é funcionário do Vasco. Se é membro de torcida e tem ligação, não é responsabilidade minha, mas da autoridade policial averiguar - disse Eurico Brandão.

Também foi cumprido um mandado de busca e apreensão em São Januário nesta terça-feira.  De acordo com informações do 'Globoesporte.com', foram apreendidas camisas com o nome de Eurico Miranda, CDs e dois computadores, um que seria de uma sala de espera e o outro apontado como de Batata. Além disso, o juiz ainda decidiu que Tubarão e Batata precisam ser afastados de suas funções no Vasco e estão proibidos de entrar em estádios.

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance