Com a 10? Giovanni Augusto chega ao Vasco brigando por vaga no meio
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Com a 10? Giovanni Augusto chega ao Vasco brigando por vaga no meio

Giovanni Augusto
(Foto: Marco Galvão/Fotoarena/Lancepress!)
LANCE! - 09/02/2018 - 06:40
Rio de Janeiro (RJ)
Após perder Nenê, que foi para o São Paulo, o Vasco foi ao mercado e fechou com Giovanni Augusto, que estava no Corinthians. Neste período, porém, o time parece ter encaixado. Tendo Evander ou o Thiago Galhardo como camisa 10, são quatro jogos sem derrota - um empate com o Flamengo, no Carioca, e três vitórias, contra Volta Redonda, pelo Estadual, e duas em cima do Universidad Concecpción, pela Libertadores.

Agora, o técnico Zé Ricardo ganhou mais uma opção para o setor, acirrando a briga no meio de campo. Giovanni Augusto chega em busca de recuperar o destaque que teve em outrora e não atingiu no Corinthians, principalmente na última temporada.

Caso o comandante cruz-maltino queira manter o esquema no 4-4-2, Giovanni Augusto poderia atuar ao lado dos volantes Desábato, Wellington e Evander ou Wagner, tendo o ataque formado por Paulinho e André Ríos.

Quando colocou em campo um time considerado "alternativo" - contra o Volta Redonda -, Zé Ricardo usou o 4-3-3 e, sendo assim, Giovanni Augusto poderia formar o meio de campo ao lado de Desábato e Wellington.


O jogador costuma apoiar ao ataque, chegar à frente e, até mesmo, ser elemento surpresa em alguns lances. Ele chega a São Januário com uma certa variedade de tipo de gols, como chutes de longe, de dentro da área e até mesmo pela cabeça.

Na última temporada, porém, marcou apenas um, contra o Atlético-PR, fora de casa, em partida que marcou a reta final do Corinthians na corrida pelo título do Campeonato Brasileiro.

Ao mesmo tempo, Zé Ricardo tem demonstrado confiança nos jovens da base, principalmente Evander e Paulinho, e já fez elogios a Wagner, além de Thiago Galhardo ter deixado boa impressão quando utilizado. Desta forma, Giovanni Augusto não parece que terá vida fácil na Colina.

Com a palavra

Marcio Porto - setorista de Corinthians


Giovanni Augusto chegou ao Corinthians no início de 2016, depois que o time se desmanchou após o título Brasileiro. Chegou com certo destaque, pois foram gastos mais de R$ 10 milhões e mais parte dos direitos econômicos do André, que foi cedido ao Atlético-MG. Então, chegou com muita expectativa. Porém, ela nunca foi correspondida em campo porque o desempenho foi muito abaixo.

Giovanni Augusto não conseguiu se firmar, nunca teve uma sequência de boas atuações. Tanto que, no ano passado, passou quase inteiro na reserva e só ressurgiu no fim da temporada, quando, em um jogo contra o Atlético-PR, com o Corinthians perto de ser campeão, e ele acabou marcando o gol da vitória. Resultado importante para o Corinthians assegurar o título.

O técnico Carille já havia acenado para a diretoria que não pretendia utilizar o Giovanni Augusto nesta temporada. Agora, com essa saída, vai tentar recuperar o futebol.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance