Vasco cita possível cunho político em ofensas a Euriquinho durante treino
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Vasco cita possível cunho político em ofensas a Euriquinho durante treino

  •  Eurico e Euriquinho - Vasco
    Eurico e Euriquinho. Confira a seguir outras imagens do vice-presidente de futebol do Vasco na galeria especial do LANCE! (Foto: Reprodução Internet)
  •  Euriquinho - Vasco
    Euriquinho - Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)
  •  Euriquinho - Vasco
    Euriquinho - Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)
  •  Euriquinho - Vasco
    Euriquinho - Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)
  •  Euriquinho, filhjo de Eurico Miranda (Foto: Wagner Meier)
    Euriquinho, filhjo de Eurico Miranda (Foto: Wagner Meier) Euriquinho, filhjo de Eurico Miranda (Foto: Wagner Meier)
  •  Anderson Barros e Euriquinho
    Anderson Barros e Euriquinho David Nascimento
  •  Escudero e Euriquinho
    Escudero e Euriquinho Hugo Mirandela
  •  Kelvin e Euriquinho - Vasco
    Kelvin e Euriquinho - Vasco Paulo Fernandes/Vasco.com.br
  •  Manga Escobar e Euriquinho - Vasco
    Manga Escobar e Euriquinho - Vasco David Nascimento / Lancepress
  •  Reunião no Vasco entre torcedores e Euriquinho
    Reunião no Vasco entre torcedores e Euriquinho (Foto: LANCE!)
LANCE! - 16/05/2017 - 08:00
Rio de Janeiro (RJ)
Na véspera da estreia no Campeonato Brasileiro, no domingo, quando perdeu para o Palmeiras, o Vasco abriu o treinamento em São Januário para as torcidas organizadas apoiarem a equipe. Um episódio, porém, marcou negativamente o evento: um torcedor da União Vascaína foi agredido após ter xingado o vice-presidente de futebol, Eurico Brandão, o Euriquinho, filho do presidente Eurico Miranda. Três dias depois o Cruz-Maltino se pronunciou sobre o caso.

O Vasco, em sua declaração, destacou que Euriquinho sofreu as ofensas por dois ou três torcedores que estariam alcoolizados, enquanto o vice-presidente de futebol estava no gramado com seu filho. Destacou ainda que a segurança do clube prontamente agiu para separar a confusão e que apurará se algum funcionário exagerou nos procedimentos para que as providências cabíveis sejam tomadas.

No texto, o Vasco também destacou que a confusão pode ter acontecido de ordem política. Vale lembrar que a atual gestão de Eurico Miranda termina no fim desta temporada, quando o Cruz-Maltino passará por nova eleição presidencial. Nos bastidores, há já articulações deste cunho, mesmo até com lembranças do último pleito quando o então candidato de oposição, Julio Brant, entrou na Justiça com alegações de possíveis ilegalidades. Confira a seguir a íntegra da nota:

"Neste sábado, antes da estreia do time de futebol do Vasco no Campeonato Brasileiro, o treinamento do elenco foi aberto ao torcedor. A intenção foi estabelecer um clima de harmonia entre o torcedor e os jogadores do clube.

Ocorre que, ao final do treinamento, no momento em que o Vice-presidente de futebol estava no gramado com o seu filho, dois ou três elementos, com copos de cerveja na mão e visivelmente transtornados, passaram a ofender o dirigente. Em função também da presença da criança, e a fim de evitar confusão, o Vice-presidente se retirou para o vestiário.

Não se sabe qual a real motivação daqueles que ofenderam. Não se sabe se estavam a serviço de alguém, mas é uma possibilidade. Porém, inegavelmente, tentaram romper a conexão que se desejava, inclusive insultando um pai junto ao seu filho, o que precede o cargo que ocupa.

O que houve depois foi a reação de alguns torcedores que discordaram da ação dos citados elementos. A segurança do Vasco agiu para apartar a confusão. Será apurado se houve algum exagero praticado por funcionário do clube, o que não pode ocorrer.

Por outro lado, é fato que a vitimização daqueles que causaram o problema também não é aceitável. A ação, agressiva e aparentemente de ordem política, é repudiada pelo Vasco e pelos vascaínos.

Diretoria do CR Vasco da Gama"

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance