Brasileirão 2018: Vasco entra para reafirmar peso no cenário nacional
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Brasileirão 2018: Vasco entra para reafirmar peso no cenário nacional

  •  Equipe do Vasco
    Vasco corre por fora na disputa pelo título do Brasileirão. Veja as campanhas da equipe na era dos pontos corridos Paulo Fernandes/ VASCO
  •  Cruzeiro x Vasco
    Cruzeiro x Vasco Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
  •  Vasco - Ano (2016) - Colocação: 3ª - Aproveitamento: 57,0%
    2016 - Colocação: 3ª na Série B - Aproveitamento: 57,0% (Foto: Reginaldo Pimenta/Raw Image/Lancepress!)
  •  Nenê Palmeiras x Vasco 2015
    2015 - 18º lugar (38 pontos) Divulgação/Vasco
  •  Vasco - Ano (2014) - Colocação: 3ª - Aproveitamento: 55,2%
    Vasco - Ano (2014) - Colocação: 3ª na Série B- Aproveitamento: 55,2% (Foto: Reginaldo Castro/Lancepress!)
  •  Vasco 1 x 3 Cruzeiro 13/11/2013
    2013 - 18º lugar (44 pontos) Acervo
  •  Flamengo 1 x 0 Vasco - Engenhão - 19/08/2012
    2012 - 5º lugar (58 pontos) Ide Gomes/VipComm
  •  Vasco no Brasileirão de 2011
    2011 - 2º lugar (69 pontos) Divulgação
  •  Souza – foi vendido ao Porto (POR) em 2010 por R$ 5 milhões. Hoje defende o Fenerbahçe, da Turquia
    2010 - 11º lugar (49 pontos) Divulgação Vasco
  •  Vasco - Ano (2009) - Colocação: 1ª - Aproveitamento: 66,6%
    Vasco - Ano (2009) - Colocação: 1ª na Série B- Aproveitamento: 66,6% (Foto: Arquivo Lance!)
  •  Vasco 2008 -  Edmundo
    2008 - 18º lugar - 40 pontos Eduardo Viana/Lancepress
  •  Vasco - Campeonato Brasileiro 2007
    2007 - 10º lugar (54 pontos) Julio Cesar Guimaraes/ Lancepress!
  •  Vasco - Campeonato Brasileiro 2006
    2006 - 6º lugar (59 pontos) Eduardo Viana/Lancepress!
  •  Vasco - Campeonato Brasileiro 2005
    2005 - 12º lugar (56 pontos) Ari Ferreira/Lancepress!
  •  Vasco - Campeonato Brasileiro 2004
    2004 - 16º lugar (54 pontos) Reprodução/Youtube
  •  Vasco - Campeonato Brasileiro 2003
    2003 - 17º lugar (54 pontos) Gaspar Nobrega/Lancepress!
LANCE! - 13/04/2018 - 09:54
Rio de Janeiro (RJ)
O Vasco chega no Brasileirão para se aventurar. O clube que passou por dois rebaixamentos na década precisa demonstrar seu tamanho novamente no futebol brasileiro. E, mesmo sem obrigação de título e com poucas chances de brigar nas cabeças até o final, a expectativa é positiva. Zé Ricardo vem criando uma forma de jogar que deixa o torcedor otimista, mesmo faltando claramente algumas peças no elenco. As maiores chances de conquista são nas copas mata-mata. Porém, fazer um campeonato digno é a meta do Cruz-Maltino, que briga pela vaga direta na próxima Libertadores, mantendo uma regularidade de campanhas na parte de cima da tabela.

Time-base
Atualmente, Zé Ricardo não conta com peças importantes como Breno, Ramon, Giovanni Augusto, Kelvin e principalmente Paulinho, todos lesionados. A formação tática costuma mudar, mas a preferência é com os seguintes atletas:

O que fez em 2018
Aproveitamento:
 11 vitórias/ 3 empates/ 7 derrotas/ 38-28 gols/ 57,14%
Carioca: vice-campeão
Libertadores: 1 ponto, Grupo 5
Copa do Brasil: entra nas oitavas de final

Opinião
Assim como em 2017, o Vasco inicia a atual edição do Brasileiro como uma incógnita. O elenco, comandado por Zé Ricardo, possui carências, sobretudo na posição de zagueiro e centroavante. Não vejo, neste momento, o Cruz-Maltino como postulante ao título. Por outro lado, está longe de ter grandes riscos de rebaixamento. Contudo, tudo vai depender do que acontecerá com o clube fora de campo.

Com graves problemas financeiros, o Vasco não tem condições de reforçar o elenco da maneira que o torcedor imagina. Além disso, o principal jogador e revelação, Paulinho, pode ser negociado no meio do ano para que o Cruz-Maltino tenha um respiro nos cofres. Diante de tal incerteza, creio que Zé Ricardo, mais uma vez, terá papel decisivo para que um elenco com limitações surpreenda e belisque, ao menos, uma vaga na Libertadores.


Por Bernardo Cruz, editor do LANCE!

Facebook Lance Twitter Lance