Sem um camisa 9, Jorginho testa improvisações; Evander sai na frente
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Sem um camisa 9, Jorginho testa improvisações; Evander sai na frente

Jorginho com elenco do Vasco
Paulo Fernandes/ Vasco
LANCE! - 09/07/2018 - 07:15
Rio de Janeiro (RJ)
Se a eliminação do Brasil na Copa do Mundo evidenciou uma carência na função de um 'homem-gol', no Vasco, a situação é ainda mais complicada. Tite tinha Gabriel Jesus e Roberto Firmino à disposição e Jorginho tem... quem? A saída dos estrangeiros Andrés Rios e Riascos abre uma lacuna no elenco e o treinador, sem opções, precisará improvisar um esquema até que contratações sejam feitas pela diretoria. O LANCE! detalha as opções no ataque vascaíno atualmente e o que pensa o comandante do Vasco para o próximo jogo.

No primeiro semestre, Riascos e Rios se alternaram na titularidade. O colombiano, porém, aceitou proposta da China antes da Copa e o argentino não renovou seu vínculo, encerrado no último dia 30. A diretoria ainda busca um nome - Gilberto chegou a negociar, mas fechou com o Bahia recentemente.

No elenco, Jorginho conta com os seguintes nomes para o setor ofensivo: Caio Monteiro, Kelvin, Moresche e Paulo Vitor. Rildo está lesionado e os garotos Hugo Borges e Lucas Santos, que chegaram a treinar com os profissionais antes da Copa, retornaram ao sub-20. Nenhum dos atletas à disposição é centroavante de origem, mas, tirando Kelvin, já atuaram na posição.

Caio Monteiro, Moresche e Paulo Vitor são crias da base vascaína e se acostumaram a jogar improvisado no sub-20. O último, inclusive, fez trabalho específico de finalização com Zé Ricardo, no primeiro semestre. Até destacou-se no jogo-treino contra o Madureira, nesta semana, com direito a gol e assistência. 

Mas nenhuma das opções enche os olhos de Jorginho atualmente. Para o próximo jogo, imagina um esquema diferente, sem atacantes. Ele explica.

- Nós tínhamos dois atacantes jovens para utilizar, o Moresche e o Paulo Vitor, mas preferi ver como o time iria se comportar jogando com dois meias que se movimentassem bastante.

Evander pode ganhar chance na final do Carioca
Em baixa no Vasco, meia Evander larga na frente como alternativa para Jorginho solucionar problemas no ataque

NOVA CHANCE PARA EVANDER
No esquema com dois meias avançados, Jorginho fez diferente e utilizou Evander ao lado de Giovanni Augusto. O meia de 20 anos, que também pode atuar como volante, tem a chance de se reinventar jogando mais próximo ao gol. Esse é o pensamento do treinador.

- É uma possibilidade que temos daqui para frente. O Evander não é um jogador que joga de costas, mas pode fazer essa função. Ele tem um porte físico e protege muito bem dos zagueiros. Ao mesmo tempo, possui um giro muito bom e uma capacidade de finalização incrível. Acredito no potencial e tenho certeza que ele vai explodir em breve no futebol brasileiro.

Evander esteve envolvido em polêmica recente no Vasco, quando foi afastado do elenco junto de Wellington, Paulão e Gabriel Félix. Quase foi negociado - teve seu nome ligado a Atlético-MG e São Paulo nos últimos meses. Agora, tem a chance de mudar sua história no clube. Pelo Vasco, o camisa 10 tem 50 jogos e cinco gols marcados.

ORIGEM
Evander não é um jogador rápido e, por isso, nunca foi de jogar pelas beiradas do campo. Com qualidade no passe e chute forte, pode atuar como segundo volante ou meia armador. Assim:

TESTE
Sem um centroavante de origem, Jorginho testa Evander e Giovanni Augusto no ataque, revezando nas funções. O treinador acredita que o porte físico e o poder de finalização podem ser melhor aproveitados nesta posição.

Facebook Lance Twitter Lance