São Paulo acerta empréstimo do zagueiro Maidana ao Atlético-MG
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

São Paulo acerta empréstimo do zagueiro Maidana ao Atlético-MG

Iago Maidana é zagueiro do São Paulo
Zagueiro de 21 anos se destacou no acesso do Paraná na Série B de 2017 (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena)
William Correia - 05/01/2018 - 20:54
São Paulo (SP)
Está definido o destino de Iago Maidana em 2018. Destaque do Paraná, que conseguiu o acesso na Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado, o zagueiro foi emprestado pelo São Paulo ao Atlético-MG até o fim da temporada. As diretorias já acertaram a negociação, que deve ser anunciada em breve.

Para a conclusão do novo clube do jogador, foi necessária a ampliação de seu vínculo com o Tricolor. O compromisso ainda registrado na Federação Paulista de Futebol do defensor com o clube do Morumbi se encerra em 11 de setembro, o que o deixaria livre para assinar pré-contrato a partir de março para sair de graça. A duração do novo contrato ainda não foi divulgada.

Liberado o entrave do vínculo curto com o São Paulo, Iago Maidana, aos 21 anos, optou pela melhor proposta, já que o Tricolor não pretende utilizá-lo em 2018. O Paraná tentou mantê-lo, o Sport fez sondagem e ele foi procurado pelo Bahia para fazer parte da negociação que levou o goleiro Jean ao Morumbi, mas não houve acerto com nenhum desses times.

Fora dos planos para a temporada, Iago Maidana nem foi chamado para se apresentar a Dorival Júnior com os outros jogadores do elenco, na última quarta-feira, e não estava treinando em nenhuma dependência do São Paulo. Em meio à indefinição de seu destino, o Atlético-MG apareceu como opção nesta semana e acertou a negociação.

Para ser aproveitado no São Paulo, pesa contra o jogador a situação política. Maidana foi o pivô do caso que culminou na renúncia do ex-presidente Carlos Miguel Aidar, no segundo semestre de 2015. E, por isso, parte dos dirigentes tricolores veem seu retorno como um chamariz para críticas.

Na época, Maidana havia sido vice-campeão mundial com a Seleção sub-20 e se destacava no Criciúma. Foi comprado por R$ 800 mil por uma empresa chamada Itaquerão Soccer e, dias depois, inscrito no Monte Cristo, da terceira divisão de Goiás. Na sequência, foi vendido ao São Paulo por R$ 2 milhões, referentes a 60% de seus direitos econômicos. O caso chamou a atenção da Fifa e acabou resultando em uma grave crise política no Tricolor.

icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance