Murray decreta: 'Veremos mais desistências como a de Barty'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Murray decreta: 'Veremos mais desistências como a de Barty'

Andy Murray
Divulgação
Tênis News - 31/07/2020 - 17:00
Londres
Apesar de afirmar que tem um "forte sistema se segurança sanitária", a organização do US Open vem sofrendo com a baixa das tenistas do topo do ranking, a mais recente foi a Nº 1 Ashleigh Barty, mas não será a última, garante Andy Murray.

O escocês conversou por videoconferência com jornalistas após mais uma partida do torneio exibição 'Batalha de Britânicos' e comentou que a desistência da número 1 do mundo, Ashleigh Barty, não será a única de tenistas top.

"Ouvi dizer que alguns dos principais jogadores do sexo masculino não vão jogar. Eu esperaria que fosse esse o caso", comentou o ex-número 1 do mundo.



"É uma decisão pessoal de todos. Se eles não se sentirem seguros e não se sentirem confortáveis, viajando e indo para lá e colocando a si e a sua equipe em um risco aumentado, é totalmente compreensível [que desistam]", relatou Murray que acredita que no momento a decisão de ir ou não ao torneio tem a ver com "estar à vontade em correr o risco".

O escocês ainda comentou que está seguro de jogar: "Como eu disse outro dia, minha sensação é que estando dentro da bolha que eles criaram, estaremos bem. É mais sobre a viagem internacional, até chegar lá que é um pouco preocupante".



Facebook Lance Twitter Lance