Federer frustrado após derrota: 'Odeio explicar as derrotas. Aqui em Wimbledon elas doem mais'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Federer frustrado após derrota: 'Odeio explicar as derrotas. Aqui em Wimbledon elas doem mais'

Roger Federer
Divulgação
TÊNIS NEWS - 11/07/2018 - 17:09
Londres (Inglaterra)
Roger Federer lamentou a derrota de virada por 2/6 6/7 (7/5) 7/5 6/4 13/11 para Kevin Anderson após 4h13min nas quartas de final de Wimbledon. Para o suíço número 2 do mundo a queda dele nesta quarta-feira foi mais culpa dele do que do adversário.

“Hoje foi um desses dias. Acho que foi do jeito de como foram minhas devoluções de saque. Tive momentos muito bons onde lia o seu saque e outros onde não sabia para onde estava me movendo. Não sei se era seu saque, mas tive meu sentimento de não estar fazendo o certo", disse.
"Eu odeio ficar aqui explicando as derrotas, elas doem mais aqui em Wimbledon, é legal estar aqui", disse o suíço que chegou a ter match-point no 4/5 e saque de Anderson no terceiro set, mas errou uma esquerda.


"Não sei quando perdi o controle do jogo, talvez no match-point, ou na quebra a seguir, são pequenos pontos no jogo, mas não posso colocar um deles exceto o match-point", apontou.
""Eu conheço o Kevin, sei como ele joga, tive minhas chances, mas ele foi sólido, consistente. Não acho que o puxei para jogar de forma extraordinária para vencer. Ele jogou bem, mas eu não consegui puxá-lo o suficiente", seguiu o suíço que levou sua quinta virada quando abriu 2 sets a 0 na carreira e apenas a segunda em Wimbledon - anterior patra Jo Tsonga em 2011.
"Meu golpe de saque e segunda bola não estava funcionando muito bem hoje, exceto no primeiro set. Depois disso sempre tive o sentimento que não era pelo meu oponente, mas um desses dias que você espera só avançar".

Federer comentou que não mudaria se tivesse jogado na quadra central como esta acostumado: "Não acho que mudaria se tivesse jogado lá ano passado. Não era como eu teria lembrado como me sentia, não importou realmente para ser honesto. Tive minhas chances e não consegui...foi meu problema mesmo".O suíço acalmou os fãs e afirmou que volta no ano que vem: "Sim voltarei ano que vem, é o objetivo. Não diria que tenho trabalho a fazer, já fiz ótimos trabalhos aqui anteriormente. Estou bem, só desapontado agora".

Facebook Lance Twitter Lance