Tite analisa 2017 dos grandes do Rio: 'Abel teve o trabalho mais duro'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Tite analisa 2017 dos grandes do Rio: 'Abel teve o trabalho mais duro'

Tite - Seleção Brasileira
Tite comenta sobre o comportamento dos quatro grandes do Rio na temporada  Pedro Martins / MoWA Press
CARLOS ALBERTO VIEIRA - 03/12/2017 - 12:09
Moscou (RUS)
Perguntado em Moscou, após o sorteio dos grupos da Copa do Mundo, sobre como ele vê a participação de Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco na temporada de 2017 que está se encerrando, o treinador Tite fez uma breve análise dos quatro grandes e viu evolução em todos, embora tenha considerado que o Fluminense foi o que mais deixou a desejar por causa dos muitos problemas extracampo e da saída de jogadores. Por isso, na sua opinião, Abel foi o treinador que teve um dos trabalhos mais desafiadores em 2017 tendo o mérito de manter o time na elite:

- O Fluminense passou por momentos complicados. Um dos trabalhos mais difíceis que vi foi do Abel. Ele teve de colocar atleta jovem,  contratar jogadores para repor as perdas, depois teve de apostar em novos jovens.  Um dos trabalhos mais pressionados do Brasil - disse, lembrando que o Fluminense tem uma grandeza que o obriga a buscar melhores as posições.

Sobre Flamengo, Botafogo e Vasco, Tite analisou desta maneira:

- O Flamengo, em termos de estruturação e consolidação, evoluiu demais, embora o torcedor tenha ficado receoso com alguns resultados. Mas o avanço foi nítido e, mesmo com alguns percalços, o time ainda busca mais um título, a Sul-Americana. O Botafogo com o Jair Ventura e o professor Antonio  Lopes embasou e chancelou esse misto do jovem com a experiência que  ficou marcante e muito forte também com um processo de evolução que pode ser coroado com mais uma classificação para a Libertadores.  Já o Vasco está numa numa reformatação e se consolidando com o Zé Ricardo. Mais um que vejo num processo de evolução - disse Tite.

O treinador lembrou que ainda não comandou clubes do Rio, mas que já esteve muito perto de acertar com dois deles:

- Na verdade, bateu no poste umas duas ou três vezes - brincou, finalizando.

Neste  domingo, Tite está em Sochi cidade que será a base da Seleção Brasileira na Copa do Mundo.  Ao lado do coordenador  Edu Gaspar, ele está analisando o resort (Swissotel) no qual a Seleção ficará concentrada, as acomodações de um anexo onde ficarão os familiares dos jogadores e os dois campos do  antigo estádio da cidade, que fica no mesmo quadrilátero do resort, a 400m de distância da sede. O Brasil deverá desembarcar na cidade no dia 7 de junho, dez dias antes da estreia contra a Suíça. Antes do embarque, passará uma semana em Teresópolis (para exames, primeiros treinos e preparação para um amistoso, que pode ser no Maracanã),  e duas semanas em Londres (para mais dois amistosos). 





icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance