L! Espresso: Afastamento de Neymar seria bom para a Seleção Brasileira e para o jogador
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

L! Espresso: Afastamento de Neymar seria bom para a Seleção Brasileira e para o jogador

Neymar
Neymar na Granja Comary (Foto: Reprodução)
Fabio Chiorino e Rodrigo Borges - 04/06/2019 - 08:48
Rio de Janeiro (RJ)
Há três dias sabemos que Neymar é acusado de estupro por uma mulher de 26 anos. Uma situação que deve ser resolvida pela polícia e pela Justiça e não terá desfecho rápido, o que torna difícil a presença do atleta na Copa América. Neymar deveria deixar a Seleção neste momento. O principal jogador brasileiro nesta década tem de esclarecer os eventos acontecidos em maio, em Paris. Esta é a prioridade, e não a competição.

Uma mulher diz ter sido vítima de crime sexual, teve seu nome e imagem expostos pelo jogador, que pretendia se defender, e já está sendo atacada por um número incontável de pessoas pela internet. No limite, até sua segurança está em risco. Não é o "achismo" ou machismo das redes sociais - e da nossa sociedade em geral - que apontará o que exatamente aconteceu no encontro entre os dois. É a Justiça. E a Seleção Brasileira não pode ter em seu grupo, às vésperas de uma competição, um jogador que se defende de uma acusação criminal grave.

Neymar, que diz ser inocente, deveria se retirar para dar sua versão dos fatos à polícia. A Seleção, por sua vez, é uma vitrine grande demais e não pode permitir que um jogador, mesmo que o melhor de todos, siga treinando e atuando nesta condição. "Não posso julgá-lo", disse Tite, antes de afirmar que Neymar é imprescindível. Sim, ninguém pode julgá-lo. Mas a investigação é a prioridade, e não a Seleção.



Quer ler mais opinião e informação todos os dias? O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. É uma leitura rápida e saborosa como aquele cafezinho de todos os dias, que vai colocar você por dentro das principais notícias do esporte. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises especiais. Clique aqui e inscreva-se.

Facebook Lance Twitter Lance