Eleito melhor da Copa América, Daniel Alves exalta título do Brasil
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Eleito melhor da Copa América, Daniel Alves exalta título do Brasil

Brasil x Peru - Daniel Alves
Daniel Alves foi eleito o melhor jogador da Copa América (Foto: LUIS ACOSTA / AFP)
Lazlo Dalfovo e Luiza Sá - 07/07/2019 - 19:43
Rio de Janeiro (RJ)
Eleito melhor jogador da Copa América, Daniel Alves comemorou o título do Brasil na tarde deste domingo, no Maracanã, após vencer o Peru por 3 a 1. O jogador destacou o reencontro da Seleção Brasileira com o principal estádio do país, exaltando ter sido uma honra a oportunidade de levantar o caneco na festa no gramado.

- Este reencontro com o Maracanã é sempre muito especial. Fomos passo a passo, consciente. Acreditando sempre no nosso trabalho. Tínhamos apanhando muito e estava doendo, sinceramente. E sabíamos que tínhamos de dar uma resposta positiva. Parabéns a todos nós, merecedores de tudo - afirmou na saída de campo, completando:

- Nós imaginávamos que não seria fácil, como na primeira fase. O capitão do nosso barco é o Tite, não sou eu ou qualquer outro jogador. Eu represento todos os atletas e vou ter a honra de levantar essa taça. E novamente aproveito para parabenizar todos os envolvidos desta campanha até este título da Copa América.



E MAIS:
Com a conquista, o Brasil chegou ao nono título na Copa América (1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999, 2004, 2007 e 2019). A próxima edição da competição será realizada já no próximo ano, com as sedes sendo a Argentina e a Colômbia. Na zona mista, Daniel falou sobre a sensação de ganhar o título e os próximos passos.

- Aqui na Seleção nada é certo, temos que conquistar nosso espaço. Eu fiz isso há muito tempo. Quero conquistar meu direito de estar na Seleção, não sei até quando. É um objetivo chegar até a Copa. Sei que falta muito. O título significa colher um grande fruto plantado. Vivemos de resultado e quando isso não vem, vamos ser criticados, é normal. Podemos perder, mas não ser derrotados. Acredito que hoje foi atípico, de demonstrar que com constância, fé, confiança no que você faz, as coisas vão se encaixando. Acho que é um prêmio - disse.

O presidente Jair Bolsonaro foi até o gramado para participar da premiação. Se o público vaiou mais do que aplaudiu, os jogadores preferiram não entrar em polêmicas. 

- O presidente é a maior autoridade do país. Como cidadão brasileiro, tenho que respeitar. Se gostam ou não, não é o lugar para as pessoas opinarem. Foi eleito pelo povo. A única coisa que desejo é que ele melhore nosso país e aumente a esperança das pessoas e que todos saibam que o respeito é a base de tudo - comentou.

Após a disputa do terceiro lugar, Lionel Messi afirmou que tudo estava armado para que o Brasil fosse campeão. Daniel, que foi companheiro do argentino no Barcelona, rebateu o amigo.

- Não concordo com ele. Aqui tem profissionais que trabalharam muito nessa competição e lutaram por ela. Merecidamente eliminamos eles. Hoje é um dia especial. Não temos que pensar no que os outros estão falando, mesmo sendo ele - finalizou.

Facebook Lance Twitter Lance