menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Del Nero explica opção de não levar a Seleção ao Maracanã: 'Abandonado'

Marco Polo Del Nero, presidente da CBF desde 2015 (Leo Correa / MoWA Press)
Marco Polo Del Nero, presidente da CBF desde 2015 (Leo Correa / MoWA Press)
Bernardo Cruz e Igor Siqueira - 10/08/2017 - 12:21
Rio de Janeiro (RJ)
O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, apresentou a razão pela qual não acertou com o Maracanã para ser o palco do último jogo da Seleção pelas Eliminatórias, contra o Chile, em outubro. Na visão do comandante da entidade, o estádio não apresenta condições de receber uma partida do porte desejado.

- O Maracanã ainda não está em condições de receber a Seleção. Precisam deixar vestiários em ordem, cadeiras em ordem. Quando tiver em ordem, aí vamos lá. Está meio abandonado, sim. Temos que voltar a jogar no Maracanã. Mas eu não sou dono do Maracanã. Quem tem que cuidar é o governo, o dono do estádio - disse Del Nero, em rápido contato com jornalistas após a convocação da Seleção Brasileira.

Marco Polo ainda falou sobre o processo de concorrência para os direitos de transmissão dos jogos da Seleção Brasileira. A CBF já anunciou que a agência suíça Synergy vai organizar a disputa entre as emissoras.

- Realmente estava na hora de fazer isso. Foi o momento oportuno. Os contratos terminaram e estamos fazendo. Tem uma comissão que vai cuidar disso e fizemos uma contratação no mercado para cuidar do assunto. O mercado está agitado. É bom que esteja - comentou o presidente da CBF, garantindo que não ficou rusga com a Globo após a ausência de acordo para a transmissão dos amistosos contra Argentina e Austrália:

- Eu tenho o maior respeito pela Globo. Tem todas as condições para ter sucesso.


SEUCLUBE
atlético mineiro
botafogo
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance