CBF e Fiat firmam acordo de patrocínio por quatro anos
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

CBF e Fiat firmam acordo de patrocínio por quatro anos

CBF e Fiat
Fiat é a nova patrocinadora da Seleção Brasileira (Foto: Divulgação/CBF)
Fernanda Teixeira - 14/03/2019 - 17:35
Rio de Janeiro (RJ)
A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) fechou acordo  de patrocínio com a Fiat para a Seleção Brasileira pelos próximos quatro anos. O anúncio foi feito nesta quinta-feira,  na sede da entidade , no Rio de Janeiro, e além do time principal masculino, vai abranger as equipes de base, Olímpicas e a Seleção feminina.  O vínculo cobre importantes competições internacionais, como a Copa do Mundo Feminina (França) , Copa América Brasil 2019, Copa América de 2020, Jogos Olímpicos de Tóquio (Japão), em 2020, e a Copa do Mundo de 2022, no Qatar.

Cercado de mistério até o último momento, o evento de lançamento teve a participação do presidente da Fiat para a América Latina, Antonio Filosa. Pela CBF, o presidente eleito, Rogério Caboclo, e o diretor de marketing, Gilberto Ratto. O técnico Tite e o coordenador da Seleção Edu Gaspar também prestigiaram o anúncio oficial. 

– Trata-se de uma oportunidade única para a marca Fiat, estreitando ainda mais os seus laços de afinidade e paixão com as brasileiras e os brasileiros e unindo duas grandes paixões do nosso país: futebol e carros– comemorou  Filosa. 

Já Caboclo destacou o momento oportuno para a nova parceria, com competições importantes se aproximando.

– Para a CBF, o vínculo com a Fiat é altamente estratégico e chega num momento importante para as Seleções do Brasil: enquanto a equipe feminina entra na Copa do Mundo, o time masculino começa com força o ciclo de preparação para o Mundial do Qatar, em 2022.

Segundo o diretor de marketing da CBF, Gilberto Ratto, as negociações duraram cerca de três meses e foram finalizadas há poucos dias. As ações vão envolver exibição da marca em placas e backdrops, convites e ingressos a clientes, campanhas de marketing e nas redes sociais.Para ele, o fato da Copa América ser no Brasil este ano contribuiu para que o acordo fosse selado. 

– A Copa América no Brasil vai ajudar muito na aproximação da marca com o torcedor brasileiro. Gostamos das Eliminatórias porque jogamos  e podemos falar com o país inteiro. Na Copa América teremos isso de forma ainda mais intensa. Jogar uma Copa América no Brasil faz com que os produtos licenciados comecem a ter mais valor para o torcedor.É diferente, por exemplo de jogar na China. Também é legal e todos vão ver, mas, jogar aqui, traz este calor especial – afirmou Ratto.

A Fiat terá direito a utilizar o título de Patrocinador Oficial da Seleção Brasileira de Futebol e a dar visibilidade ao patrocínio em suas ações de comunicação e promoção – seja no ambiente virtual ou nas competições e amistosos em que a Seleção atuar.


Facebook Lance Twitter Lance