Em último duelo, São Paulo também buscava afirmação diante do CSA
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Em último duelo, São Paulo também buscava afirmação diante do CSA

CSA x São Paulo
Em 15 de fevereiro de 2018, São Paulo venceu o CSA em Alagoas e se classificou na Copa do Brasil (Pei Fon/Raw Image)
William Correia - 14/09/2019 - 08:00
São Paulo (SP)
O São Paulo enfrenta o CSA buscando afirmação. Essa é a situação do time que atua neste domingo, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. E também a história do último encontro entre os clubes, há exatos 19 meses, em 15 de fevereiro de 2018, pela segunda fase da Copa do Brasil, em Maceió (AL).

A diferença é que, apesar da pressão, aquela vitória por 2 a 0 no ano passado veio em um momento com resultados melhores. O triunfo foi o quarto consecutivo, atingindo uma sequência que não ocorria no clube desde março de 2015. Atualmente, o time de Cuca está há três partidas sem vencer nem marcar gol, abrindo oito pontos de distância para o líder Flamengo e caindo para a quinta colocação do Campeonato Brasileiro.


E MAIS:
No ano passado, o problema era o rendimento. O Tricolor conviveu com vaias em todas as três vitórias anteriores pelo desempenho irregular e pouco convincente. O protesto ocorreu tanto no triunfo por 1 a 0 diante do Madureira, em Londrina, pela Copa do Brasil, quanto no 2 a 0 sobre o Botafogo de Ribeirão Preto, e no 1 a 0 ante o Bragantino, ambos pelo Campeonato Paulista.

Por conta disso, simplesmente eliminar o CSA nos pênaltis não seria suficiente para a exigente torcida, que tinha passado as duas temporadas anteriores mais preocupada em evitar um rebaixamento inédito no Campeonato Brasileiro do que em brigar por título. Por ser jogo único e eliminatória, havia, sim, torcedor temendo uma queda precoce no torneio.

Porém, veio uma vitória por 2 a 0 construída com atuação convincente no segundo tempo, período em que Nenê e Cueva balançaram as redes. Os dois já deixaram do clube, assim como quase todos os que atuaram naquela partida - Sidão, Rodrigo Caio, Militão, Diego Souza, Marcos Guilherme, Shaylon, Valdívia e Caique saíram, Jucilei está afastado e somente Bruno Alves, Reinaldo e Hudson continuam no elenco.

Aquele triunfo, contudo, foi um raro momento de tranquilidade para Dorival Júnior. Nos cinco jogos seguintes, o São Paulo ganhou apenas dois, sem convencer. O sexto compromisso tornou-se uma derrota por 2 a 0 para o Palmeiras, no Allianz Parque, pela primeira fase do Campeonato Paulista, com uma apresentação que tornou impossível manter o treinador.

A expectativa, agora, é que Cuca acabe com o jejum e embale. O diretor executivo de futebol Raí declarou que acredita no Tricolor brigando pelo título brasileiro, única competição que sobrou para o clube em 2019. E as voltas, principalmente, de Daniel Alves e Antony, que estavam a serviço das Seleções Brasileiras principal e sub-23, respectivamente, dão ânimo à torcida para a partida das 19h deste domingo, no Morumbi, pela 19ª rodada.


Facebook Lance Twitter Lance