Titular após um mês, Buffarini tenta, enfim, participar de gol do São Paulo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Titular após um mês, Buffarini tenta, enfim, participar de gol do São Paulo

  •  Buffarini ainda não deu assistência no São Paulo
    Buffarini ainda não deu assistência no São Paulo Rubens Chiri/saopaulofc.net
  •  Argentino ainda não participou diretamente de nenhum gol pelo clube
    Argentino ainda não participou diretamente de nenhum gol pelo clube Rubens Chiri/saopaulofc.net
  •  Buffarini - São Paulo
    Lateral-direito também não fez gol pelo clube (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)
  •  Buffarini
    Recentemente, esteve na mira do Boca Juniors Rubens Chiri/saopaulofc.net
  •  Os gringos Pratto, Gomez, Buffarini e Cueva conversam antes do embarque
    Buffarini chegou a ficar fora do banco por conta do excesso de estrangeiros Rubens Chiri / saopaulofc.net
William Correia - 12/08/2017 - 05:15
São Paulo (SP)
Com as lesões de Bruno e Araruna, Buffarini está confirmado como titular do São Paulo contra o Cruzeiro, neste domingo, no Morumbi, por ser o único lateral-direito à disposição. E tem mais uma chance de, enfim, participar de um gol do clube que defende há um ano.

O argentino, que fará 29 anos de idade na próxima sexta-feira, assinou com o São Paulo no fim de julho de 2016. Neste período, sempre mostrou-se irregular, embora tenha chegado à seleção de seu país. Mas, em 36 partidas com a camisa tricolor, participou apenas de gols adversários, cometendo falhas que fazem a torcida enchê-lo de críticas. Nenhum gol ou assistência a favor da equipe.

E não faltaram oportunidades para Buffarini mostrar capacidade ofensiva e participar diretamente de um gol são-paulino em 2017. Jogou 19 vezes nesta temporada, sendo titular em 18 delas. Com Rogério Ceni, chegou a ser até lateral-esquerdo. Mas foi tão mal ao longo do Campeonato Paulista, da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana que só atuou em três partidas no Brasileiro, justificando a falta de chances.

Os números do Footstats expõem as falhas do argentino. Na vitória por 2 a 0 sobre o Avaí e na derrota por 3 a 2 para o Santos, errou todos os quatro cruzamentos que tentou em cada um desses compromissos. Diante do Atlético-GO, na estreia de Dorival Júnior, em 13 de julho, Buffarini teve sua atuação mais participativa: acertou três cruzamentos, mas errou outros oito e em outras duas tentativas de passe para finalização e se equivocou em sua única finalização no torneio até agora.

Aquela partida diante do lanterna do Campeonato Brasileiro foi a última do argentino. Dorival apostava que ele retomaria o estilo que o fez ser ídolo e destaque na conquista da Libertadores com o San Lorenzo, em 2014, mas acabou não dando mais chances ao lateral-direito. Tem preferido Bruno, que só não estará em campo neste domingo por sofrer com dores nas costas.

Pesa contra Buffarini, também, o fato de ser estrangeiro. A CBF permite que, no máximo, cinco atletas nascidos fora do Brasil sejam relacionados para cada partida, e, como o elenco tricolor tem seis gringos, o lateral tem se revezado com Lugano como o escolhido para ser cortado. A vaga diante do Cruzeiro neste domingo só é possível, também, porque o peruano Cueva está suspenso.

Buffarini nem viajou ao Nordeste na última rodada, na derrota por 2 a 1 para o Bahia, por conta desse limite permitido de estrangeiros e coube a Araruna atuar na lateral, mas o volante de origem não terá sequência porque está vetado, com lesão muscular. Por isso, o argentino ganha neste domingo a oportunidade como titular por falta de opção.

A lateral direita é uma das posições mais carentes do elenco e Buffarini, que custou US$ 1,8 milhão de dólares (cerca de R$ 5,8 milhões) e tem contrato até 2019, não faz questão de ficar. Recentemente, animou-se ao ver seu nome cotado para ir ao Boca Juniors e deixou claro que toparia ir para Buenos Aires, mas o clube argentino nem procurou o São Paulo oficialmente.

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance