Pato está livre: saiba o que o São Paulo pensa sobre tentar contratá-lo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Pato está livre: saiba o que o São Paulo pensa sobre tentar contratá-lo

Pato - São Paulo
Pato jogou no São Paulo entre 2014 e 2015 (Foto: Marcello Zambrana/Lancepress!)
Fellipe Lucena - 16/03/2019 - 13:51
São Paulo (SP)
Alexandre Pato rescindiu seu contrato com o Tianjin Tianhai, da China, e está à procura de um novo clube. O São Paulo sempre foi um candidato natural a contratá-lo quando ele estivesse livre, mas agora há alguns impeditivos. O atacante de 29 anos adora o Tricolor e até hoje mantém amigos no clube, onde jogou bem entre 2014 e 2015.

O técnico Cuca, figura central do planejamento para o segundo semestre, prioriza jogadores com outras características. Ele quer um meio-campista como Tchê Tchê e um atacante de velocidade e drible como Keno, nomes que fazem parte de uma lista de indicações apresentada à diretoria. Pato não está nessa lista.

Isso não quer dizer que Cuca considere Pato um mau jogador. O nó a ser desatado é: com dificuldades financeiras, o São Paulo conseguiria se dar ao luxo de contratar Alexandre Pato, que teria salários altos, e ainda atender às solicitações de seu novo técnico?



E MAIS:
Pato tem defensores dentro do Tricolor, incluindo o presidente Leco. Há uma ala que defende que, independentemente das características que Cuca considera ideais para o momento, a contratação dele mudaria o patamar o elenco. Há também quem se incomode com o fato de Ganso ter ido para o Fluminense sem que o São Paulo tentasse contratá-lo e não queira ver a situação se repetir agora.

Portanto, não é possível afirmar que o Tricolor já está fora da disputa por Pato - o clube sabe que o Santos quer contratá-lo a pedido de Jorge Sampaoli e acredita que o Palmeiras também pode fazer proposta. O fato de ter rivais diretos interessados pode pesar.

A eliminação precoce na Libertadores deixou um rombo no orçamento do clube, que previa receitas de bilheteria e cotas de televisão até as quartas de final da competição. O São Paulo está reduzindo a folha salarial em busca de fôlego para fazer as contratações pedidas por Cuca. A saída de Diego Souza, avalizada por ele, já teve esse objetivo.

O clube receberá R$ 25 milhões da transferência de Éder Militão do Porto (POR) para o Real Madrid (ESP), mas o orçamento continuará comprometido. A previsão é de receber R$ 120 milhões neste ano com a venda de jogadores e ainda falta quase a metade - Tuta e Rodrigo Caio foram negociados em 2019.

Facebook Lance Twitter Lance