São Paulo e Hernanes negam possível retorno do meia ao Morumbi
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

São Paulo e Hernanes negam possível retorno do meia ao Morumbi

Hernanes
Hernanes tem contrato com o Hebei Fortune, da China, até dezembro do ano que vem (Foto: Rubens Chiri/São Paulo)
LANCE! - 06/07/2018 - 14:21
São Paulo (SP)
Depois do surgimento de alguns rumores sobre um possível retorno do meia Hernanes ao São Paulo, o clube do Morumbi fez questão de negar qualquer negociação com o atleta, que defende o Hebei Fortune, da China. O posicionamento do Tricolor, no entanto, deu margem para uma dupla interpretação dos são-paulinos nas redes sociais.

- Infelizmente não vai ser dessa vez que teremos vídeo do Nenê na SPFCtv anunciando a volta do Profeta. De qualquer forma, estamos sempre torcendo pelo sucesso dele - diz o texto publicado pelo clube do Morumbi.

Na última quinta, o Tricolor anunciou a contratação do lateral Bruno Peres, emprestado pela Roma, com um vídeo apresentado pelo meio-campista Nenê. Por conta do texto, alguns torcedores cogitaram que o clube poderia estar fazendo uma brincadeira e que uma possível negociação com Hernanes estaria em curso, apesar do anúncio em tom negativo. 

Instantes depois da publicação do São Paulo no Twitter, o próprio jogador gravou um vídeo em Pequim, na China, reiterando a notícia. 

- Aproveitar para dizer que, infelizmente, os boatos não são verdadeiros, pois estou aqui na China e estarei por aqui. Um grande abraço no coração de vocês e estamos juntos sempre - afirmou Hernanes em sua conta no Instagram.  

Torcida tricolor notícia falsa! 😌😌

Uma publicação compartilhada por Anderson Hernanes Lima (@hernanesoj) em

Ídolo do Tricolor, Hernanes tem contrato com a equipe chinesa até 31 de dezembro de 2019. O jogador fez apenas seis jogos nesta temporada e anotou dois gols. Em sua última passagem pelo clube do Morumbi, no segundo semestre do ano passado, entrou em campo em 19 oportunidades e anotou nove gols, tendo sido peça-chave na campanha que livrou o São Paulo de um rebaixamento inédito para a Série B do Brasileirão.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance