Léo e Igor Vinícius veem chance no São Paulo como desafio na carreira
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Léo e Igor Vinícius veem chance no São Paulo como desafio na carreira

Léo e Igor Vinicius, reforços do São Paulo
Laterais Léo e Igor Vinícius foram apresentados nesta quinta-feira (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Yago Rudá - 03/01/2019 - 16:50
São Paulo (SP)
Além do goleiro Tiago Volpi e do atacante Pablo, o São Paulo apresentou outros dois reforços na tarde desta quinta. O lateral-direito Igor Vinícius, vindo da Ponte Preta, e o lateral-esquerdo Léo, ex-Fluminense, falaram sobre a importância de defender o Tricolor e sobre o desafio que lhes esperam.

- O São Paulo sempre tem a expectativa de vencer. É um clube vitorioso e a gente chega para ganhar títulos. É o único clube do Brasil com três Libertadores e três Mundiais - afirmou Igor Vinícius, jogador que se destacou na disputa da Série B do Brasileirão na temporada passada.




- Estou feliz demais. Estamos no topo do futebol brasileiro e mundial. Eu chego sabendo que tem jogador de qualidade. Com trabalho e com dedicação, a gente consegue. Estamos todos em prol do São Paulo - emendou Léo, que defendeu as cores do Bahia na última edição do Campeonato Brasileiro, mas que pertencia ao Fluminense.

A princípio, os jogadores chegam para compôr o elenco e brigarem por posição na equipe comandada pelo técnico André Jardine. Igor Vinícius assinou contrato de empréstimo por um ano, com opção de compra ao fim do vínculo. Por conta disto, o novo dono da camisa 2 do Tricolor falou sobre a necessidade de demonstrar o seu valor.

E MAIS:
- Eu tenho um ano para provar. Estou muito feliz e motivado. Espero mostrar para a diretoria e para os torcedores que tenho condição de fazer história neste clube - comentou o jogador.

Já Léo, que assinou até 2022, comentou sobre o orgulho pessoal ao conseguir chegar a um clube com a dimensão do São Paulo aos 22 anos. O novo lateral do Tricolor também pediu que não o chamassem de Pelé, seu apelido, por conta da semelhança física com o Rei do Futebol.

- Outros jogadores trabalham bastante e chegam ao São Paulo com 29, 30 anos. Eu chego aqui novo e isso para mim é uma honra. Vou levar isso para sempre comigo - disse o dono da camisa 16, que emendou:

- Você leva um peso desnecessário. Tenho uma carreira, quero colocar o meu nome. O Pelé é um atleta consagrado, e eu quero conquistar o meu. Acredito que Léo é o suficiente - referindo-se ao seu apelido.


Facebook Lance Twitter Lance