Jovens se encantam por Daniel, e São Paulo exalta influência vencedora
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Jovens se encantam por Daniel, e São Paulo exalta influência vencedora

Antony e Daniel
Antony esteve no Morumbi para a apresentação de Dani Alves - FOTO: Rubens Chiri/saopaulofc.net
Fellipe Lucena - 08/08/2019 - 08:00
São Paulo (SP)
Enquanto apresentava Daniel Alves à imprensa na última terça-feira, Raí contou que deu um susto em Walce e Igor Gomes ao dizer, durante um treino no CT da Barra Funda, que o São Paulo estava tentando contratar o capitão da Seleção Brasileira. A possibilidade de conviver com o lateral-direito multi-campeão encanta os jovens do elenco tricolor, algo que a diretoria acha ser muito relevante para a construção de uma identidade vitoriosa.

- Dois dias antes do anúncio da chegada do Daniel, sentei no banco durante o treinamento, e o Walce e o Igor Gomes sentaram do meu lado. Eu olhei para eles e falei: "vocês acham que seria uma boa trazer o Daniel?". E eles: "P... O que é isso? Dá para acontecer?". Falei que estava meio difícil e tal, mas que tínhamos uma chance. Hoje o Walce me encontrou e falou assim: "Me enganou, hein?". E o Antony, no Instragram, falou da alegria, da emoção de ter o privilégio de conviver com o Daniel e aprender. Todos nós, em todas as instâncias do clube, temos muito a aprender com o Daniel Alves - disse o diretor e ídolo são-paulino.

E MAIS:
Na segunda-feira, dia em que Daniel foi recepcionado por uma multidão no Aeroporto de Congonhas, a reportagem do LANCE! encontrou Helinho esperando um carro na saída do CT da Barra Funda enquanto assistia aos vídeos da chegada do reforço no celular. Na terça, Antony fez questão de estar no Morumbi para a cerimônia de apresentação do camisa 10 e classificou a noite como "histórica".

- Eu estava em casa e, quando vi, não acreditei. É um cara que admiro muito como pessoal, pela cabeça que ele tem, a personalidade dele, e como atleta, por tudo que já ganhou, onde já jogou. Tenho muita coisa para perguntar para ele, porque o patamar que ele já atingiu é o que eu quero estar um dia - diz Igor Gomes.

- Uma notícia genial. A gente estava esperando ansiosamente que o São Paulo decretasse a contratação. Tenho certeza que ele vai agregar muito, não só na minha carreira, mas de todos os companheiros - emendou Walce.

Daniel Alves sabe que é admirado pelos colegas, mas faz questão de dizer que está no clube para ajudá-los a se desenvolver. É justamente o que os dirigentes esperam. Vale lembrar que há a promessa de não vender nenhum dos garotos de Cotia que têm jogado com frequência na equipe principal.

- Temos que aprender qual é a demanda que se tem dentro da equipe, qual é a demanda dos nossos companheiros, para fazê-los melhores. Sou muito perceptivo, consigo entender como o companheiro gosta de receber a bola, como gosta de se posicionar, e me adaptar a eles. Estou aqui no São Paulo para construir coisas com os jogadores que vão me ter como companheiro e espero que eles entendam que eu sempre vou prezar para que eles sejam melhores - disse Dani.



Facebook Lance Twitter Lance