Diego Souza assume artilharia do São Paulo no ano e muda status no clube
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Diego Souza assume artilharia do São Paulo no ano e muda status no clube

São Paulo x Rosario Central
Diego Souza mudou completamente seu status no clube depois de três semanas (Foto: NELSON ALMEIDA/AFP)
William Correia e Yago Rudá - 10/05/2018 - 06:30
São Paulo (SP)
Há três semanas, era difícil acreditar que Diego Souza ainda poderia ajudar o São Paulo. O jogador vinha ficando fora até do banco de reservas em algumas partidas e já tinha despertado interesse do Vasco. Mas o camisa 9 voltou a ser titular, marcou dois gols nos dois últimos jogos, virou herói na classificação do time na Copa Sul-Americana e, de quebra, se tornou o artilheiro da equipe nesta temporada.

Ao balançar as redes na vitória por 1 a 0 sobre o Rosario Central, nessa quarta-feira, garantindo a sequência do Tricolor na Copa Sul-Americana, Diego Souza chegou a cinco gols no ano. Ninguém mais no elenco deixou tanto sua marca, e o meia-atacante atinge o número em 20 partidas.

Além dos gols, o principal fator de mudança de status de Diego Souza está nas chances que tem recebido. O técnico Diego Aguirre estava descontente com a postura do camisa 9 dentro de campo, mas ouviu da diretoria que deveria dar novas chances e teve uma conversa franca com o jogador. Desta forma, ele foi titular nas três últimas partidas, marcando gols diante de Atlético-MG, no sábado, e Rosario Central, nessa quarta-feira.

- Venho dizendo que preciso de confiança, de sequência. Ele me deu essa confiança, estou tendo sequência. E as coisas vão acontecendo - comentou Diego Souza, que só lamenta as dores na coxa esquerda que o fizeram ser substituído diante do Rosario Central e podem torná-lo desfalque.

- As coisas não começaram da maneira que todos nós esperávamos. Mas sempre quero ajudar da melhor maneira possível em campo. Ficar fora de um jogo como esse, pegado, gostoso de jogar... Ainda mais quando estávamos na frente, era o momento mais gostoso, com o adversário abrindo. Infelizmente, por lesão, tive que sair. E companheiros da mesma qualidade entraram. Mas eu queria continuar.

A expectativa no São Paulo é de que o problema muscular não interrompa a ascensão de Diego Souza. A diretoria gastou R$ 10 milhões em janeiro para tirá-lo do Sport e acertar contrato até o fim de 2019 com o atleta de 32 anos de idade. A esperança de que ele vingaria fez os dirigentes recusarem a oferta de empréstimo do Vasco, pagando parte dos salários. Agora, é esperar que, com sequência, o atleta que chegou ao Tricolor sonhando com Copa do Mundo dê resultados dentro de campo.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance