Com seis estreias, São Paulo perde para o Eintracht Frankfurt nos EUA
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Com seis estreias, São Paulo perde para o Eintracht Frankfurt nos EUA

  •  Frankfurt x São Paulo
    Frankfurt x São Paulo Divulgação
  •  Frankfurt x São Paulo
    Frankfurt x São Paulo Divulgação
  •  Frankfurt x São Paulo
    Frankfurt x São Paulo Divulgação
Fellipe Lucena - 11/01/2019 - 00:08
São Paulo (SP)
O São Paulo perdeu por 2 a 1 para o Eintracht Frankfurt (ALE) em sua primeira partida em 2019, pela Florida Cup, em São Petersburgo, nos Estados Unidos. Nenê, que entrou no intervalo, marcou o gol do Tricolor. Rebic e Igor Vinícius (contra) fizeram para os alemães.

Igor Vinícius foi um dos seis reforços que estrearam nesta quinta. Ele, Léo Pelé e Willian Farias jogaram a segunda etapa. Tiago Volpi, Pablo e Hernanes, iniciando sua quarta passagem pelo clube, estavam entre os titulares.

O único recém-contratado que não jogou foi Biro Biro. Ele deve ser testado no sábado, quando o São Paulo encerra sua participação na Florida Cup contra o Ajax (HOL), às 16h (de Brasília). No mesmo dia, mas às 19h15, o Eintracht Frankfurt encara o Flamengo.



As duas equipes voltam a disputar competições oficiais no dia 19 de janeiro, sábado. O Tricolor abre sua participação no Paulistão contra o Mirassol, no Pacaembu, enquanto o Eintracht Frankfurt inicia o segundo turno do Campeonato Alemão recebendo o Freiburg - no momento, ocupa a sexta colocação.

Titulares levam gol de pênalti

Quando o São Paulo ameaçou entrar no jogo, o Eintracht já vencia por 1 a 0. Rebic, atacante que fez ótima Copa do Mundo pela Croácia em 2018, converteu aos oito minutos um pênalti tolo cometido por Bruno Peres. O lateral-direito não conseguiu dominar um passe de Tiago Volpi e derrubou Willems na área.

Era óbvio que o time brasileiro sofreria com a falta de ritmo, já que vinha de apenas cinco dias de treino e estava diante de uma equipe em meio de temporada. Mesmo assim, o time de André Jardine teve alguns bons momentos. Destaque para o garoto Helinho, que não se intimidou com os marcadores europeus, fez boas jogadas pela direita e arriscou a finalização mais perigosa dos tricolores após cruzamento de Reinaldo.

Hernanes clareou algumas jogadas com seu conhecido talento, mas é evidente que ainda não está no auge da forma física e técnica. Além dele e de Volpi, acionado quase exclusivamente para sair jogando com os pés (sempre pelo chão, por ordem do treinador), Pablo também foi um recém-chegado que começou jogando. Ora no pivô, ora saindo para buscar o jogo, não foi efetivo.

Gol com cara de 2018 e vacilo fatal

De Diego Souza para Nenê e de Nenê para o gol. Foi dos pés de dois jogadores que simbolizam o São Paulo de 2018 que saiu o primeiro gol do São Paulo versão 2019. Mérito enorme para Liziero, que iniciou a jogada com um desarme no meio de campo, arrancou e abriu na hora certa para Diego Souza.

É possível que Jardine tenha gostado mais do time que mandou a campo no segundo tempo - os 11 atletas foram trocados no intervalo. O Tricolor foi agressivo na marcação, muitas vezes pressionando a saída de bola quase dentro da área do adversário. Não só no lance do gol, aos dez minutos, mas durante quase todo o tempo. Everton Felipe, em um chute de fora da área após pivô de Diego Souza, teve boa chance.

O empate não seria um resultado injusto, mas os brasileiros presentearam os europeus com outra falha defensiva. Aos 18 minutos, Jovic avançou pela esquerda e bateu cruzado. Jean rebateu em cima de Igor Vinícius, que estava mal posicionado e marcou contra.

FICHA TÉCNICA

EINTRACHT FRANKFURT-ALE 2x1 SÃO PAULO

Local: Al Lang Stadium, em São Petersburgo (EUA)
Data/Horário: 10/1/2019, às 22h (horário de Brasília)
Árbitro: Andrew Musache (EUA)
Assistentes: Miguel Martes (EUA) e Hayden Oscanoa (EUA)
Público e renda: não divulgado
Cartões amarelos: Everton Felipe e Willian Farias (SPO); Fabián e Tawatha (EIN)
Cartões vermelhos: -

Gols: Rebic, aos 8'/1ºT (1-0); Nenê, aos 10'/2ºT (1-1) e Igor Vinícius (contra) aos 19'/2ºT (2-1)

EINTRACHT FRANKFURT: Trapp (Ronnow, no intervalo); Danny da Costa (Rode, no intervalo), Abraham (Salcedo, no intervalo) e N'Dicka (Russ, no intervalo); Gelson Fernandes (Fabián, no intervalo), Hasebe (Falette, no intervalo), De Guzmán (Tawatha, no intervalo) e Williems (Stendera, no intervalo); Kostic (Haller, no intervalo), Rebic (Jovic, no intervalo) e Hrgota. Técnico: Adi Hutter

SÃO PAULO:
Tiago Volpi (Jean, no intervalo); Bruno Peres (Igor Vinícius, no intervalo), Arboleda (Bruno Alves, no intervalo), Anderson Martins (Lucas Kal, no intervalo) e Reinaldo (Léo, no intervalo); Hudson (Araruna, no intervalo), Jucilei (Willian Farias, no intervalo) e Hernanes (Liziero, no intervalo); Everton (Everton Felipe, no intervalo), Pablo (Diego Souza, no intervalo) e Helinho (Nenê, no intervalo). Técnico: André Jardine.

Facebook Lance Twitter Lance