menu button lance
lancelogo lancelogo lance
TEMPO
REAL

Ceni exalta Denis e fala em não treinar mais bola aérea no São Paulo

Rogério Ceni - São Paulo
Rogério Ceni no Fraqueirão, no empate com o ABC-RN (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
LANCE! - 15/03/2017 - 22:39
São Paulo (SP)
Rogério Ceni deixou o Fraqueirão, nesta quarta-feira, feliz com a classificação, insatisfeito com o empate por 1 a 1 e inconformado pelo fato de o São Paulo ter sofrido mais um gol oriundo de bola aérea, marcado pelo ABC-RN logo aos dois minutos de jogo. Diante disso, o treinador deu uma declaração inusitada, de que não mais treinará o fundamento daqui para a frente.

- Eu vou parar de treinar bola aérea. Agora decidi que não vamos treinar mais, porque parece que quanto mais você treina, mais acontece coisas. Então decidimos que para o jogo contra o Ituano não vamos treinar isso - disse o técnico, sem dirigir críticas.

O treinador também voltou a defender Denis, que teve uma boa atuação e salvou o time logo após o gol sofrido com uma grande defesa. Ceni disse que não barraria o goleiro por ele ter ido mal no clássico contra o Palmeiras no último sábado e confirmou que Renan Ribeiro será titular no sábado contra o Ituano para ser observado.

- O Denis fez a defesa do jogo quando estava 1 a 0, foi importante, o lado psicológico trabalharia contra num 2 a 0. Ele fez uma grande defesa, teve ótima participação no jogo, é um jogador que eu conheço e confio. E no próximo jogo sim, deve jogar o Renan porque eu quero ver, ele não jogou nenhuma esse ano, a última foi em novembro, quando teve lesão no dedo. Tentei botá-lo na Flórida para jogar, mas ele teve um edema, quero experimentar no próximo jogo. Mas reitero a confiança dada ao Denis, eu como goleiro jamais o tiraria numa situação dessa. Ele provou seu valor e sua capacidade - analisou o comandante.

Insatisfeito o técnico ficou com o resultado. Não que a classificação para a quarta fase da Copa do Brasil não o tenha agradado, mas ele disse que esperava mais do que o empate por 1 a 1 e citou as chances criadas.

- O ABC teve duas chances de gol no primeiro tempo, o gol e a defesa. Enquanto tivemos seis, sete oportunidades claras de gol. Com Wellington Nem, Gilberto, Lucas Fernandes duas vezes. O domínio foi praticamente todo do São Paulo. O ABC tentou as bolas aéreas, tanto que coloquei o Cícero para jogar com os dois atacantes deles. Mas as chances claras foram nossas, e eu fico chateado porque vim para sair com a vitória e achei totalmente possível. Mas pelo gol, já ficamos satisfeitos - disse.

E MAIS:
SEUCLUBE
atlético mineiro
botafogo
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Facebook Lance Twitter Lance