Após protestos no São Paulo, Cuca afirma: 'Não vejo risco de demissão'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Após protestos no São Paulo, Cuca afirma: 'Não vejo risco de demissão'

São Paulo x Cruzeiro - Cuca
Cuca no empate do São Paulo com o Cruzeiro, neste domingo (Foto: Renato Gizzi/Photo Premium/Lancepress!)
LANCE! - 02/06/2019 - 19:04
Rio de Janeiro (RJ)
No meio de protestos dos torcedores do São Paulo depois dos últimos resultados, o técnico Cuca foi questionado após o empate com o Cruzeiro, na tarde deste domingo, pelo Campeonato Brasileiro, se há algum risco de ele ser demitido do cargo a curto prazo. O treinador disse não enxergar risco de demissão, mas ressaltou que há a necessidade de uma breve reação já que "o que mantém técnico é o resultado".

- Bom, nós vivemos sempre em uma insegurança geral no país, no futebol. No nosso ramo. O que mantém técnico é desempenho e resultado. Alguns mais o resultado do que o desempenho. Temos visto treinador sair com 70% de aproveitamento. Mas não vejo risco de demissão. Mas temos de reagir. Se vier a parada com mais dois resultados ruins, já serão sete. O que mantém técnico é o resultado e temos que buscá-lo. Sou vacinado - afirmou o treinador, em entrevista coletiva.




Cuca ainda analisou o desempenho do São Paulo diante do Cruzeiro. O treinador enfatizou que depois da expulsão de Igor Vinícius, o adversário poderia ter levado os três pontos. Ele ainda analisou a importância da pausa do Campeonato Brasileiro para a Copa América, quando o trabalho poderá ser ampliado para que haja um nivelamento em "todos os sentidos" do time.

E MAIS:
- Conseguimos sair na frente com uma jogada bonita e conclusão do Pato. No segundo tempo, não tivemos essa velocidade para conseguir fazer o segundo gol. Thiago Neves foi muito feliz na bola, indefensável. Depois do gol, tentamos buscar a vitória. Placar foi justo. Fica a impressão de um Cruzeiro melhor. Quando ficamos com um a menos, eles poderiam ter ganhado o jogo - disse para completar:

- Pausa vai ajudar bastante para nivelarmos geral em todos os sentidos. Não podemos colocar a culpa em desequilíbrio físico. Houve queda técnica, também. Colocamos dois jovens de força e melhorou. Tivemos profundidade maior, mas faltou criar chances. Chance mais clara foi em contra-ataque puxado e erramos no último passe. Se a gente acerta, ali daria para vencer.

Com o resultado, o São Paulo chegou a 12 pontos, na sétima colocação do Campeonato Brasileiro até agora. Pela competição, o Tricolor volta a campo visitando o Avaí, sábado.


Facebook Lance Twitter Lance