menu button lance
lancelogo lancelogo lance
TEMPO
REAL

Abaixo fisicamente, Cueva passa de decisivo a preocupação no São Paulo

  •  Cueva - São Paulo
    Peruano Cueva em treino do São Paulo (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)
  •  Cueva - São Paulo
    Meia faz atividade no CT (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)
  •  Cueva e Rogério Ceni - São Paulo
    Ceni fala com Cueva durante partida do São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
  •  Buffarini, Pratto e Cueva - São Paulo
    Cueva brinca com os argentinos Pratto e Buffarini (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)
  •  Cueva e Pratto
    Cueva comemora gol com o argentino Lucas Pratto (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)
  •  Cueva
    Cueva comemora gol pelo São Paulo (Foto: Marcello Zambrana/AGIF/Lancepress!)
  •  Cueva
    Peruano marcou sete gols nesta temporada (Foto: Guilherme Dionizio/Photo Press)
  •  Cueva
    Cueva em entrevista no CT da Barra Funda (Foto: Marcello Zambrana/AGIF)
  •  Cueva - São Paulo
    Cueva em treino no CT da Barra Funda (Foto: Igor Amorim/saopaulofc.net)
Marcio Porto - 15/05/2017 - 06:10
São Paulo (SP)
Principal jogador do São Paulo desde o ano passado, o meia Cueva vive seu pior momento no clube. Em condições físicas abaixo do ideal e em má fase técnica, o peruano já preocupa o técnico Rogério Ceni. Na derrota de 1 a 0 para o Cruzeiro neste domingo, ele foi substituído no intervalo. Foi a primeira vez que isso aconteceu com ele no Tricolor em jogos oficiais. Só na estreia na Florida Cup, torneio da pré-temporada deste ano, Cueva saiu depois dos 45 minutos iniciais. Até então, ele dificilmente saía do time, como aponta sua média de minutos jogados (veja abaixo). 

A substituição simboliza o mau momento do peruano, que se acostumou a decidir jogos pelo São Paulo. O bom futebol rendeu prorrogação de contrato, que venceria em junho de 2019, para junho de 2021. Mas o status começou a mudar depois que o atleta lesionou a coxa esquerda em partida da seleção do Peru pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

E MAIS:
Cueva se lesionou no dia 28 de março, na vitória peruana por 2 a 1 sobre o Uruguai. Deixou o campo de maca. Passou 19 dias em tratamento, para voltar contra o Corinthians, no dia 16 de abril, no primeiro jogo da semifinal do Paulista. Ele foi muito mal e o time perdeu por 2 a 0. A volta contrariou a expectativa do São Paulo, que o aguardava só para a partida seguinte, contra o Cruzeiro, pelo jogo de volta da quarta fase da Copa do Brasil. A ida, antes do duelo contra o Corinthians, tinha sido 2 a 0 para os mineiros no Morumbi.

De lá para cá, Cueva não brilhou mais e só jogou mal. Não fez mais gols, não deu mais assistência, justamente no momento mais decisivo do primeiro semestre. O São Paulo acabou eliminado das três competições: Paulista, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana. Agora, Cueva preocupa o técnico Rogério Ceni.

- Se eu falar que o Cueva vive seu melhor momento, eu estaria mentindo. Se eu disser que não aposto nele minhas fichas, também estaria mentindo. Cabe a gente recuperar o jogador, colocar em suas melhores condições. A gente tem a expectativa com ele, sempre espera ele decisivo. Espero que ele volte, é um jogador importante. Ele trabalha todos os dias bem, espero que ele se condicione bem, para que nos ajude, como sempre ajudou. Até aquele jogo do Peru, que a gente vinha poupando, mas depois não se recuperou tão bem - analisou o treinador.

E MAIS:
SEUCLUBE
atlético mineiro
botafogo
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Facebook Lance Twitter Lance