Teixeira vê base em processos contra Peres: 'Existem irregularidades'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Teixeira vê base em processos contra Peres: 'Existem irregularidades'

Marcelo Teixeira
Marcelo Teixeira vê embasamento em impedimento contra o Peres (Foto: Flickr Santos FC)
LANCE! - 11/09/2018 - 06:00
Santos (SP)
O presidente do Conselho Deliberativo do Santos, Marcelo Teixeira, lamentou a turbulência no clube e crê que os dois pedidos de impeachment de José Carlos Peres estão bem embasados, além de que apontam “ irregularidades” na gestão do presidente.

Com a aprovação do Conselho, a decisão final será por meio dos associados do clube em assembleia geral, na Vila Belmiro. Caso os sócios apoiem o impedimento, o vice Orlando Rollo assume.

- A imagem do clube fica desgastada. Se existem erros, eles devem ser julgados e apurados. Existem dois pareceres da CIS e ambos foram favoráveis aos impedimentos. Isso demonstra que existem irregularidades. No Conselho foi deliberado que as irregularidades foram graves e por isso foi votado a favor, mas não é definitivo - disse.

- Eu não gostaria de ser o presidente do Conselho em uma experiência como essa, mas faz parte. Temos que conduzir de uma forma tranquila, respeitosa, transparente. Foi exercido o direito do quadro de conselheiros nessa noite. O resultado reflete, mesmo que por uma diferença pequena. O Conselho decidiu pela aprovação de ambos os pareceres e cabe agora a mesa definir a data futura da assembleia geral que decidirá sobre a continuidade ou não da administração do presidente José Carlos Peres - emendou.

O primeiro recurso, encabeçado por Alexandre Santos e Silva, conselheiro eleito pela chapa de Modesto Roma Júnior, teve 165 votos a favor co impeachment, 74 contra, um branco e dois votos nulos. Dois membros do CIS (Comissão de Inquérito e Sindicância) não podiam votar, portanto a mesa optou por não computar. O segundo, comandado por Esmeraldo Tarquinio Neto, conselheiro nato e ex-presidente, teve 164 votos a favor, 72 contra, dois nulos e um branco. Em ambas as votações, 2/3 do Conselho aprovou, o suficiente de acordo com o Estatuto Social do clube. A expectativa para a votação dos sócios é de que tenha estrutura parecida com a das votações presidenciais.

- Estávamos aguardando a apuração no Conselho. Temos que avaliar o cronograma para termos estrutura diferenciada, é como na eleição. Temos que prever a quantidade apta do quadro associativo que pode comparecer - explicou Teixeira.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance