Peres quer deixar cargo no futebol do Santos, mas cita obstáculos
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Peres quer deixar cargo no futebol do Santos, mas cita obstáculos

Presidente Peres, Santos
Presidente quer deixar cargo no futebol do Santos, mas vê problemas em contratar (Foto: Ivan Storti)
Gabriela Brino - 08/06/2018 - 08:00
Santos (SP)
Desde a demissão de Gustavo Vieira no Santos, o presidente José Carlos Peres ocupou o cargo de diretor de futebol. Na noite de quinta-feira, durante a reunião do Conselho Deliberativo, o mandatário confessou que quer deixar a função, mas vê dificuldade em contratar um profissional devido os altos salários. 

Com problemas no cofre alvinegro, Peres estuda nomes e possibilidades para voltar a ter alguém no comando do futebol. No momento, Peres atua na função e tem William Machado como gerente. 

- Não adianta trazer qualquer um. A pauta é contratar um diretor executivo. Média é de 150 a 200 mil por mês. Não podemos sair contratando para termos que indenizar. Conheço de futebol como vocês, não sou diretor. Estudei para analisar atletas, mas não é intenção acumular esse cargo de diretor. Esse cargo está vago, eu não ocupei, eu apenas compareço, converso com o técnico, William, Dimas... Vejo as necessidades do elenco - disse.

- Hoje conversamos com o Caetano, que está no Internacional, com salário de R$ 250 mil. É difícil contratar com um salário abaixo das contas do clube. Temos várias negociações em andamento por meio de investidores. A janela internacional abre em 25 de junho. Para a gente arrumar um meia, conseguimos mais no futebol argentino e na América do Sul. Estamos trabalhando por um meia e outras posições. Teremos novidades em breve - acrescentou.

Até encontrar um novo diretor, Peres continuará ocupando o cargo. O mandatário conversa com o técnico Jair Ventura e William para buscar nomes que reforcem o Alvinegro e saber da necessidade do elenco.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance