Pausa para a Copa será determinante para o futuro de Cittadini no Santos
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Pausa para a Copa será determinante para o futuro de Cittadini no Santos

Léo Cittadini
Léo Cittadini em ação durante treino do Santos no CT Rei Pelé: meia vive imbróglio no clube (Foto: Ivan Storti/Santos)
Ana Canhedo - 09/06/2018 - 07:10
São Paulo (SP) 
O meia Léo Cittadini tem em mãos desde meados de abril uma oferta de renovação contratual do Santos e seu estafe trabalha para aparar as arestas com o clube e concluir o negócio. O problema é o que o imbróglio segue. O Peixe tem a intenção de dar um ultimato ao jogador e seu agente na pausa para a Copa do Mundo, a partir da próxima semana, período no qual o Alvinegro não terá jogos oficiais. 

Durante a disputa do Mundial, o Santos viajará ao México para disputar alguns amistosos com equipes locais. Período que tende a ser determinante para o jogador, não só pela renovação contratual, mas também para recuperar o espaço no time comandado pelo técnico Jair Ventura. 

O contrato de Cittadini com o Santos vai até dezembro deste ano e ele estará livre para assinar um pré-contrato com outra equipe a partir de julho, caso não renove. Se assim o fizer, poderá sair de graça do Peixe em janeiro de 2019. O detalhe que ainda emperra o negócio é o valor da multa rescisória de 50 milhões de euros (cerca de R$ 220 milhões), padrão no clube. 

​O Santos não tem a intenção de alterar mais nenhuma cláusula no que foi apresentado ao jogador. Publicamente, o presidente José Carlos Peres chegou a cobrar uma resposta de Cittadini, dizendo que "estudaria o que fazer", caso o jogador não respondesse antes de poder assinar um pré-contrato com outras equipes. 


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance