Mesmo sem grandes investimentos, Jair ressalta: 'Santos é o Santos'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Mesmo sem grandes investimentos, Jair ressalta: 'Santos é o Santos'

Jair Ventura
Jair Ventura não vê falta de grandes investimentos no Santos como dificultador (Foto: Ivan Storti)
Gabriela Brino - 10/01/2018 - 06:00
Santos (SP)
- Santos é o Santos. Por ser o Santos sempre estará nas mesmas condições de todas as equipes - disse o novo técnico Jair Ventura.

Nem as dificuldades financeiras do Peixe fazem o treinador duvidar da temporada. O presidente José Carlos Peres já havia dito que não faria "loucuras" em negociações. Os reforços virão, contanto que sejam baratos. E Jair aposta alto que mesmo com esse fator, o clube não ficará para trás nas competições.

Até o momento o Peixe, tem apenas duas contratações: O lateral-esquerdo Romário, com contrato até dezembro de 2022 e o atacante Eduardo Sasha , com vínculo de um ano por empréstimo e opção de compra ao final do vínculo. Fora a dupla a diretoria tentou Barcos, que renovou com a LDU, Gabigol, Robinho e Gilberto.

- Vamos sempre falar de elenco, situação financeira, alguns clubes estão em uma situação melhor, outra pior. O Santos tem uma camisa super pesada. Todos sabem da história e do quanto revelam craques. O Santos está na mesma condição de todas as equipes. Independe de investimentos ou não. Sabemos da realidade financeira maior de alguns clubes, mas o Santos é o Santos - explicou quando questionado sobre o Peixe estar abaixo dos clubes paulistas.

Enquanto Peres tenta melhorar a situação financeira, Gustavo Vieira, executivo de futebol, se planeja para ter o elenco montado até o final de janeiro, eventualmente até o início de fevereiro. O desafio é o tempo, já que o calendário está apertado devido a Copa do Mundo.

- O ideal é que cheguem até o início das competições. Com a posse, as eleições...  é um processo que lançou um certo desafio e espremeu um pouco o tempo em relação ao trabalho. Tivemos duas perdas significativas (Ricardo Oliveira e Lucas Lima), existe trabalho pela frente. O planejamento ideal é ter os jogadores à disposição o quanto antes, mas é natural que algumas oportunidades e movimento de mercado se estenda até o final de janeiro, eventualmente fevereiro. Não vamos chegar até lá necessitando de atleta, mas observando e buscando oportunidades. Meu objetivo é oferecer o melhor elenco possível - disse em sua apresentação no Peixe, na última sexta-feira.


E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance