Jair Ventura testa reservas e Santos perde para o São Bento
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Jair Ventura testa reservas e Santos perde para o São Bento

  •  Santos x São Bento
    GALERIA: Veja como foi o duelo em imagens Marco Galvão/Fotoarena
  •  Santos x São Bento
    GALERIA: Veja como foi o duelo em imagens Marco Galvão/Fotoarena
  •  Santos x São Bento
    GALERIA: Veja como foi o duelo em imagens Ricardo Moreira/Fotoarena
  •  Santos x São Bento
    GALERIA: Veja como foi o duelo em imagens Ricardo Moreira/Fotoarena
  •  Santos x São Bento
    GALERIA: Veja como foi o duelo em imagens Ricardo Moreira/Fotoarena
  •  Santos x São Bento
    GALERIA: Veja como foi o duelo em imagens Ricardo Moreira/Fotoarena
  •  Santos x São Bento
    GALERIA: Veja como foi o duelo em imagens Ricardo Moreira/Fotoarena
Gabriela Brino - 11/03/2018 - 19:07
Santos (SP)
O Santos perdeu por 3 a 1 para o São Bento, neste domingo, na Vila Belmiro. O técnico Jair Ventura foi a campo com reservas e não teve o retorno desejado. Apesar da derrota, o Peixe conseguiu a classificação para as quartas de final do Paulista como primeiro lugar no grupo D - beneficiado por derrota do Botafogo-SP diante do Corinthians. Agora, o Peixe enfrentará o Botafogo-SP com a vantagem de decidir como mandante. O São Bento está eliminado.

TÁ MORNO!

Jair Ventura apostou nos reservas para ir para cima do São Bento, mas o time suplente passou longe de empolgar. O Peixe, assim como o adversário, se mostrou lento e pouco criativo. Ambos erraram muitos passes.

Guilherme Nunes e Diogo Vitor, que estrearam como titulares pelo Alvinegro, iniciaram mal a partida. O volante errou muitos passes e perdeu algumas bolas, mas cresceu ao longo da partida e acertou na marcação e no desarme. O atacante errou alguns passes inicialmente, mas melhorou e arriscou finalizações.


ENSAIARAM!

Em um escanteio, o time de Jair aproveitou para colocar em prática uma jogada ensaiada. Dodô passou para Diogo Vitor, que cruzou e, por muito pouco, Luiz Felipe não marcou. O São Bento buscou algumas chances, mas esbarrou na marcação do Peixe, que funcionou bem.

PÊNALTIS SEGUIDOS

Perto de encerrar a primeira etapa, Bambu deu carrinho em Everaldo na área e o árbitro Vinicius Furlan não perdoou. Marcelo Cordeiro bateu o pênalti e fez 1 a 0 para o time visitante.

Um minuto depois, outro pênalti, agora para o Santos. Arthur foi puxado por Lucas Farias. O jovem atacante pediu a bola e deixou tudo igual.

CADÊ O FÔLEGO?

O Santos não voltou bem para a segunda etapa. E os torcedores presentes na Vila vaiaram o time por conta da quantidade de recuos e erros contantes no meio de campo, além da defesa também ter deixado a desejar.

Os santistas se mostraram apáticos. Dodô e Bambu foram exceções. Os laterais levaram perigo ao ataque. Yuri Alberto também se destacou.

QUEM NÃO FAZ, TOMA

A lentidão em campo e falta de produção levaram o Peixe a sofrer o segundo gol. Luiz Felipe, que atuou muito abaixo do que costuma, não conseguiu acompanhar Lúcio Flávio, que chutou com facilidade.

Nos minutos finais da partida, o Santos conseguiu um escanteio e foi para o tudo ou nada. Vladimir subiu ao ataque para ajudar, mas viu Diogo Vitor perder a bola e o São Bento aproveitou no contra-ataque. Sem goleiro, os visitantes definiram o marcador em 3 a 1, com Fábio Bahia.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 1 x 3 SÃO BENTO

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 11 de março de 2018, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan
Assistentes: Herman Brumel Vani e Alberto Poletto Masseira
Público e renda: 3.816 pagantes/R$ 104.250,00
Cartões amarelos: Luiz Felipe e Gustavo Henrique  (SAN)
GOLS: Arthur Gomes (45'/1T) (1-0) Marcelo Cordeiro (43'/1T) (1-1), Lúcio Flávio (33'/2T) (1-2) e Fábio Bahia (49'/2T) (1-3)

SANTOS: Vladimir, Robson Bambu (Victor Yan, aos 32'/2T), Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Guilherme Nunes (Gabriel Calabres, aos 39'/2T), Renato e Vitor Bueno (Copete, aos 22'/2T); Diogo Vitor, Arthur Gomes e Yuri Alberto. Técnico: Jair Ventura.

SÃO BENTO: Rodrigo Viana, Lucas Farias, Luizão, João Paulo (Douglas Assis, aos 27'/1T) e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, Diego Felipe e Cássio (Maicon Souza, aos 23'/2T); Marquinho (Léo Itaperuna no intervalo), Everaldo, e Lúcio Flávio. Técnico: Paulo Roberto Santos.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance