Jair exalta performance do Santos contra o Paraná e fala de 'maratona'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Jair exalta performance do Santos contra o Paraná e fala de 'maratona'

Santos x Paraná
Jair se mostrou preocupado com a maratona de jogos do Santos neste mês (Foto: Ricardo Moreira/Fotoarena)
LANCE! - 13/05/2018 - 22:15
São Paulo (SP)
A vitória do Santos por 3 a 1 sobre o Paraná teve um enredo bastante parecido com o triunfo sobre o Luverdense, na última quinta-feira, por 5 a 1. Isso porque nas duas partidas o Peixe fez um primeiro tempo apático e melhorou na segunda etapa. No entanto, o técnico Jair Ventura tem um olhar diferente sobre o assunto.

Na opinião do comandante santista, a performance de seu time neste domingo foi mais importante do que o resultado final da partida.

- Estamos aqui para avaliar a performance e não o resultado, temos que analisar os dois. Eu gostei do primeiro tempo, mas aí no segundo tempo saíram os gols e pareceu melhor. Criamos diversas chances, tivemos o controle do jogo e 70% de posse de bola. Se você fica assim, está muito mais próximo do gol - comentou Jair antes de completar:

- O Santos teve um jogo equilibrado, tivemos o controle da partida e o mais importante são os 3 pontos. Nosso objetivo é chegar na liderança. A vida de um treinador é repleta de objetivos, o Santos vem buscando pouco a pouco e assim conquistamos nossas metas.

A semana do Peixe acabou sendo muito boa, uma vez que conquistou duas vitórias, marcou oito gols e parece ter se recuperado muito bem da goleada sofrida no último domingo, diante do Grêmio, em Porto Alegre. Para Jair, porém, não há alívio e os deveres do treinador continuam em pauta para os próximos jogos.

- A vida de um treinador nunca é aliviada, é sempre pressionada. Sempre tem alguma coisa para melhorar e como nosso trabalho vamos tentar dar a volta por cima para dar alegria a nossa torcida - afirmou.

E os próximos desafios não serão fáceis, principalmente porque o Santos passa por uma maratona de jogos e alguns jogadores já dão sinais de cansaço, entre eles o volante Alison, mais uma vez substituído. 

- O Alison vem de um desgaste muito grande, na outra partida ele não suportou. Ele que corre demais, estava com dificuldades de suportar. Vou sentar com o departamento médico, são 11 departamentos, e vou analisar individualmente cada jogador e vamos segurar caso alguém precise. Esse mês vamos fazer nove jogos em 30 dias, isso é uma loucura. Quem estiver apto ajudará o Santos nos nossos objetivos - concluiu.

O Santos volta a campo na próxima quinta-feira para a partida de volta do confronto de oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Luverdense, fora de casa. Um empate ou uma derrota por até três gols de diferença classifica o Peixe para as quartas de final.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance